Rosberg vê carros autônomos como ameaça e diz que trocar pilotos por robôs seria “fim das corridas”

Segundo colocado na temporada 2016 da F1, Nico Rosberg avaliou que resumir o esporte a apenas uma disputa entre carros autônomos seria o fim do esporte. Germânico, no entanto, considerou que seria interessante ter uma série completar com disputa entre veículos robóticos

Pouco depois de Lucas Di Grassi manifestar sua preocupação com o efeito da popularização dos carros autônomos no esporte, Nico Rosberg avaliou que uma competição deste tipo de veículos representaria do “fim das corridas”.

 
Segundo colocado na classificação da F1, Rosberg participou de um evento promovido pela UBS em Cingapura onde disputou um jogo de perguntas e respostas com o NAO, um robô humanoide autônomo programado com inteligência artificial pela Aldebaran Robotics, uma empresa francesa especializada na construção de robôs capazes de interagir com seres humanos.
Nico Rosberg não se mostrou muito animado com a ideia de carros autônomos (Foto: Getty Images)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

Questionado se os carros autônomos poderiam ser o futuro do esporte, Nico, que venceu a disputa contra o robô, respondeu que tal cenário representaria “o fim das corridas”, uma vez que eliminaria o fator humano tão atrativo aos fãs.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

“Isso seria o fim das corridas, porque as pessoas gostam de nos ver, homem contra homem”, disse Rosberg. “É isso que eles amam assistir, essas batalhas, ir no limite e tudo mais. Acho que esse, definitivamente, seria o caminho errado”, opinou.
 
Mesmo assim, Nico avaliou que seria interessante contar com um evento completamente distinto onde as máquinas pudessem disputar uma contra as outras.
 
“Seria bem legal como uma coisa completamente separada ter equipes de pessoas construindo esses carros com inteligência artificial e aí eles correndo um contra o outro. É realmente sobre tecnologia e isso pode ser algo bem interessante”, avaliou.
 
A F-E vai lançar na temporada 2016/2017 a Roborace, uma categoria que servirá como preliminar das etapas da série dos carros elétricos e, pela primeira vez na história, contará com carros pilotados por inteligência artificial, e não mais pilotos.
 
Indagado se correria contra um carro autônomo, Nico avaliou que seria difícil ganhar confiança para correr contra um robô.
 
“Eu ficaria preocupado, pois, certamente, tem um elemento de confiança entre os pilotos e nós sabemos o que pode e o que não pode ser feito, onde está o limite de ser perigoso demais”, comentou. “Confiar imediatamente em um carro autônomo levaria tempo, você realmente levaria tempo para se adaptar e ver se ele realmente sabe o que está fazendo”, continuou.
 
“Mas, mesmo assim, confiar em inteligência artificial vai ser uma coisa difícil para todos nós no futuro”, encerrou.
PADDOCK GP #46 TRAZ BOB KELLER E DEBATE VITÓRIAS DE FRAGA E PEDROSA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube