Sainz destaca boa relação e afirma que experiência de parceiro Hülkenberg é benéfica: “Tudo vai ajudar”

Ao contrário do que aconteceu nos primeiros anos da sua carreira, Carlos Sainz passou a ter um companheiro de equipe bem mais experiente na reta final da temporada com sua chegada à Renault. Ao seu lado, agora o espanhol tem um parceiro que faz parte do grid desde 2010. Com Nico Hülkenberg, Sainz espera aprender e acredita que, com a pressão que um pode impor ao outro, os dois só podem ajudar a fazer a equipe crescer

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Ao longo da sua ainda curta carreira, Carlos Sainz sempre teve ao seu lado companheiros de equipe tão ou até mais jovens quanto ele. Nos dois primeiros anos, a partir de 2015, dividiu os boxes da Toro Rosso com Max Verstappen. Com a ascensão do holandês à Red Bull, o espanhol teve ao seu lado o russo Daniil Kvyat. Mas na reta final de 2017, Sainz foi contratado pela Renault e passou a ter um companheiro de equipe bem mais experiente: Nico Hülkenberg.

 
Além de sete temporadas completas como piloto de F1 na bagagem, Nico tem um total de 135 GPs e uma pole-position, bem como a vitória conquistada nas 24 Horas de Le Mans, pelo Mundial de Endurance, em 2015. Assim, Sainz vislumbra uma oportunidade maior para aprender e crescer ao lado do alemão de 30 anos.
Sainz entende que experiência de Hülkenberg só pode ajudá-lo na F1 (Foto: Twitter)
Em entrevista veiculada pelo site ‘F1i.com’, Sainz destacou a boa e saudável relação com Nico, que passou a ser seu companheiro de equipe desde o GP dos Estados Unidos, a partir de outubro.
 
“É interessante. Já notei diferenças. Tudo vai ajudar, com certeza”, comentou o espanhol. “Estar contra um cara que tem sete, oito anos de F1 e que se encaixou muito bem na equipe como Nico fez neste último ano. Só existem coisas para aprender e buscar”, destacou o piloto de 23 anos.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A expectativa de Carlos é que os dois possam, cada um com seu talento, ajudar a impulsionar a Renault nesta próxima temporada da F1.

 
“Tenho certeza que podemos pressionar um ao outro, e isso só vai impulsionar a equipe. Acho que Nico também gosta do desafio que ele tem por estar ao lado dele, e isso só vai levar a equipe à frente. Já observamos muitas semelhanças entre nós, e isso vai ajudar a todos”, encerrou.
EM BUSCA DO SONHO DA F1

PIETRO FITTIPALDI REVELA QUE NEGOCIOU COM A SAUBER PARA 2018

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube