Vettel vê Aston Martin com dificuldades e diz que precisa de “grande passo adiante”

A fase de Sebastian Vettel não é das melhores, mas a Aston Martin também não ajuda. O alemão vê o carro com problemas claros e cruza os dedos para que as atualizações funcionem

Assista aos melhores momentos do GP da Emília-Romanha de F1 (Vídeo: GRANDE PRÊMIO com Reuters)

Sebastian Vettel assinou com uma equipe que vencia corridas e lutava para ser a melhor das médias, mas acabou em uma Aston Martin que só andou para trás e agora sofre para pontuar. O alemão vê chances de uma volta por cima, mas alerta: será necessário um “grande passo adiante” para corrigir uma série de problemas identificados no bólido.

“Eu consegui aproveitar bem esse tempo no carro, mas é claro que não foi muito bom em termos de resultado”, disse Vettel, refletindo sobre a adaptação à nova equipe. “Precisamos fazer um trabalho melhor em muitas áreas, precisamos de mais aderência como um todo para ficar em uma posição melhor. Tivemos algumas peças novas em Ímola, mas sinto que precisamos de um grande passo adiante para notar a diferença. Teremos algumas atualizações nas próximas corridas e espero que tenhamos esse passo adiante. Só que, como eu disse, estamos mais na parte de trás do pelotão intermediário nesse momento. Isso pode mudar rapidamente com alguns passos adiante e, acima de tudo, com corridas mais calmas”, destacou.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

SEBASTIAN VETTEL; ASTON MARTIN; GP DO BAHREIN; SAKHIR; FÓRMULA 1
Sebastian Vettel não tem uma estreia feliz pela Aston Martin (Foto: Aston Martin)

A Aston Martin foi prejudicada pela mudança no regulamento técnico. A região do assoalho precisou ser reconfigurada, algo que pesou muito para os carros com filosofia low-rake. Esse é o caso da escuderia britânica e da Mercedes.

Apesar disso, Vettel vive momento particularmente ruim. O alemão não mostrou ritmo forte nos GPs do Bahrein e da Emília-Romanha, ficando zerado no Mundial de Pilotos até aqui. Em Ímola, a situação foi ainda pior por conta de problemas nos freios antes da largada e de uma punição por infração pré-prova da Aston Martin. Enquanto isso, Stroll salvou um oitavo lugar.

“É bom ver o Lance pontuando. Nós tivemos problemas semelhantes indo para o grid e acho que ele deu sorte de não precisar largar do pits”, comentou Vettel.

A próxima oportunidade de Vettel é no GP de Portugal. A corrida em Portimão acontece dentro de duas semanas, em 2 de maio.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube