Vettel prevê corrida “dolorosa e difícil” em despedida da Ferrari em Abu Dhabi

Sebastian Vettel está ansioso para que a temporada da Fórmula 1 acabe logo. Piloto vai largar apenas de 13º no GP de Abu Dhabi

Em sua despedida da Ferrari, no GP de Abu Dhabi, Sebastian Vettel vai largar apenas em 13º. O tetracampeão mundial falhou em tentar participar do Q3, algo que não acontece desde o GP da Inglaterra, ainda na fase inicial do Mundial.

Vettel não escondeu a frustração por mais um desempenho ruim na classificação e pouco falou, mas reiterou que a performance da Ferrari foi dentro do esperado.

“Eu tive voltas decentes. Não é como se eu esperasse muito. Foi bem OK. Quando tentei ir mais rápido, não funcionou”, disse o alemão, que vai largar uma posição atrás do companheiro de equipe Charles Leclerc.

Vettel está de despedida da Ferrari. (Foto: Ferrari Media)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Sebastian se despede da Ferrari neste fim de semana. Após uma jornada de cinco anos, ele não teve o vínculo renovado com o time e parte para a Aston Martin em 2021. O alemão mal espera para o encerramento da pior temporada de sua carreira na Fórmula 1.

“Parece que teremos uma corrida dolorosa e difícil amanhã, mas será a última, então mal espero para entrar no carro. Estou ansioso para ver a bandeira quadriculada amanhã. A temporada foi tão ruim que estou muito feliz por acabar”, concluiu.

O GP de Abu Dhabi de Fórmula 1 tem largada prevista para 10h10 (de Brasília). Antes, às 9h, o GRANDE PRÊMIO apresenta a edição pré-corrida do BRIEFING, que debate AO VIVO tudo sobre o treino classificatório e traz as últimas informações direto de Yas Marina para a derradeira prova da temporada 2020 do Mundial.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube