Sem explicação, Rosberg fala em fim de semana de altos e baixos e reconhece: “Não encontrei desempenho”

Nico Rosberg não escondeu a decepção com o segundo lugar alcançado, neste sábado (25), no grid para o GP da Hungria. O piloto disse não ter explicação para a diferença de meio segundo imposta por Lewis Hamilton

Nico Rosberg não encontrou explicação para os cinco décimos que tomou de Lewis Hamilton na fase final da classificação deste sábado (25) na Hungria. Mesmo com a diferença expressiva na tabela que formou o grid, o alemão conseguiu garantir um lugar na primeira fila, ao lado do inglês, que sai pela nona vez em 2015 da pole-position.

O filho de Keke, que segue na luta pelo título com o companheiro de Mercedes, ainda disse que não conseguiu em nenhum momento encontrar um ritmo competitivo no sinuoso e travado circuito magiar. Durante quase toda a classificação, o piloto reclamou que o carro saía muito frente.

Nico Rosberg vai largar em segundo no GP da Hungria (Foto: AP)

"Não tenho uma explicação”, afirmou Rosberg ao ser questionado sobre a perda de rendimento em relação ao colega Hamilton. “Simplesmente não consegui encontrar o ritmo hoje”, completou.

“Tem sido um fim de semana de altos e baixos”, acrescentou Nico, lembrando que teve um problema com o sistema anti-stall durante o terceiro treino livre. “Realmente, não estou feliz de como as coisas aconteceram hoje”, emendou.

“Agora, vamos ver os dados e analisar tudo para amanhã”, finalizou.

Rosberg está na vice-liderança do Mundial e a 17 pontos de Hamilton, que comanda a tabela desde o início do campeonato. 
#GALERIA(5392)

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube