F1

"Sem palavras" para explicar domínio, Bottas chama vitória na Austrália de "melhor corrida da minha vida"

Valtteri Bottas venceu o GP da Austrália de forma incontestável neste domingo (17), e ainda levou o ponto extra de melhor volta da prova. Foi uma corrida tão perfeita que o finlandês não teve muito o que explicar, além de assumir que jamais tinha andado tão bem na F1

Grande Prêmio / FELIPE NORONHA, de São Paulo
Uma Mercedes na frente, de ponta a ponta e sem levar nenhum susto na liderança: todo o roteiro tradicional de Lewis Hamilton, neste domingo (17), foi construído, na verdade, por Valtteri Bottas.

O finlandês abriu a temporada 2019 da F1 triunfando no GP da Austrália com uma pilotagem impecável, de justificar sua manutenção como piloto da equipe e, também, o sorriso amarelo de Esteban Ocon nos boxes da Mercedes, ao perceber que sua vaga em 2020 pode não estar tão certa assim.

Tamanha qualidade na vitória acabou deixando Bottas sem palavras. Na entrevista logo após cruzar a bandeira quadriculada em primeiro, ele teve que parar, respirar e pensar um pouco antes da ficha cair.

"O começo foi muito bom, e definitivamente foi a melhor corrida da minha vida", disse um emocionado Bottas - lembrando que passou Hamilton logo na largada,

"Eu apenas me senti muito bem e tudo esteve sob controle. O carro estava muito bom, eu só tive que curtir o dia. Não sei o que aconteceu... Só que foi a melhor corrida da minha vida", seguiu o finlandês.
Valtteri Bottas (Foto: AFP)
"Foi também a vitória do trabalho de todos esses anos, do trabalho no inerno (férias). O trabalho que fiz aqui", continuou, apontando para a cabeça.

"Eu realmente curti e não seria possível sem esse carro maravilhoso. Percebi que estava construindo minha liderança com cinco, seis voltas de prova. Eu sabia que podia vencer. Eu já tinha feito isso antes. Quando você se sente assim, parece até fácil."
Valtteri Bottas (Foto: AFP)
O domínio foi tão completo que Bottas ainda conseguiu a melhor volta da corrida, no penúltimo giro, e garantiu o ponto extra dado pela primeira vez na história.

"A volta mais rápida é uma nova regra e eu tinha um ritmo forte, eu tinha que tentar", comentou. "Estou tão feliz que mal posso esperar pela próxima corrida", finalizou o líder do Mundial de Pilotos.

A segunda etapa da temporada 2019 do Mundial de F1 acontece em duas semanas com o GP do Bahrein, em Sakhir, na 999ª corrida da história da categoria.