Pérez celebra bom fim de temporada e acredita em título na F1 2023: “Estou no meu auge”

Sergio Pérez ressaltou a importância de estar confortável com o carro da Red Bull no início de 2023 e espera carregar o bom momento do fim de temporada de 2022 no novo ano

Sergio Pérez não conseguiu garantir o vice-campeonato da Fórmula 1 no GP de Abu Dhabi, mas acredita que terminou 2022 em alta. O mexicano, até começou bem o ano, mas acabou sofrendo no miolo da temporada, já admitiu que só voltou aos trilhos nas últimas oito corridas. Com uma vitória e três pódios nas últimas seis provas, Checo diz que está trabalhando para ser mais consistente, mas se vê no auge da carreira e espera carregar o bom momento em 2023.

“Estou constantemente trabalhando nisso. Acho que realmente vai depender do quão confortável vou estar com o carro no início da temporada, como estava no início da temporada [neste ano], e depois se perdeu”, disse Pérez em entrevista ao site oficial da Fórmula 1.

Relacionadas


“Acho que, como pilotos de Fórmula 1, estamos constantemente trabalhando em busca de novos desafios. Mas sinto, neste momento, que estou no meu auge. Eu realmente quero continuar esse momento e começar o ano que vem em um [nível] muito alto”, ressaltou o piloto da Red Bull.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Sergio Pérez venceu o GP de Singapura de ponta a ponta, após tomar a liderança de Leclerc na largada (Foto: Red Bull Content Pool)

Em um 2022 absolutamente dominante dos taurinos, Pérez viu seu companheiro de equipe, Max Verstappen, vencer 15 corridas, bater uma série de recordes e conquistar o bicampeonato no Japão. Por outro lado, o mexicano só venceu duas provas no ano, nas ruas de Mônaco de Singapura, e terminou mais de 150 pontos atrás do holandês. Mesmo assim, Checo se mantém confiante de que pode brigar pelo título com um pouco mais de consistência.

“Certamente, [2022] começou muito bem. [Tivemos] alguns problemas de confiabilidade no começo, mas as coisas estavam indo bem. Estávamos na briga pelo campeonato no início. Tive algumas corridas ruins que realmente me deixaram [fora] da disputa pelo campeonato, então há algum trabalho a ser feito nesse aspecto, junto com a equipe”, analisou Sergio.

“[Precisamos] garantir essa consistência ao longo do ano e que podemos voltar no ano que vem e lutar pelo título, caso tenhamos um carro do mesmo nível no ano que vem”, concluiu Pérez.

A temporada de 2023 da Fórmula 1 se inicia no dia 5 de março, com o GP do Bahrein.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.