Pérez cita classificação “complicada” na Espanha e diz: “Não tive ritmo suficiente”

Sergio Pérez não ficou contente com o próprio ritmo e registrou apenas o oitavo tempo na classificação na Espanha. Porém, devido a uma punição sofrida no GP do Canadá, o mexicano vai partir de 11º

Sergio Pérez voltou a ter um desempenho abaixo do esperado durante a classificação do GP da Espanha, que aconteceu neste sábado (22). Embora tenha conseguido avançar ao Q3, o titular da Red Bull ficou apenas com o oitavo melhor tempo da sessão, mas vai ter de largar de 11º por causa de uma punição sofrida no GP do Canadá. O mexicano afirmou que não tinha “ritmo o suficiente” para conseguir uma melhor posição no grid.

Pérez voltou a viver momentos complicados na Fórmula 1 junto da Red Bull e, após o quarto lugar na classificação de Miami, o mexicano nunca mais conseguiu alinhar o carro entre os dez primeiros do grid. Apesar de ter avançado ao Q3 no Circuito da Catalunha, ‘Checo’ admitiu que não ficou satisfeito com o trabalho apresentado.

Relacionadas


“Não estou satisfeito com a minha posição hoje, a meta era conseguir algo a mais. Foi uma classificação complicada, tivemos dificuldades no início e, infelizmente, gastamos os pneus rapidamente, o que significou que não fomos capazes de extrair o máximo dele. Minha última volta não foi tão limpa quanto precisava no Q3, não tive ritmo o suficiente. Precisávamos de mais evolução durante a sessão e não tivemos isso, vamos trabalhar duro para ter isso na corrida”, apontou o mexicano.

Pérez estaria no top-10 do grid da Espanha, não tivesse sido punido com a perda de três posições no grid de largada do GP da Espanha por ter guiado o RB20 com a asa traseira quebrada no Canadá. Agora, o titular da Red Bull vai ter de sair de 11º e espera se beneficiar de alguma condição adversa durante a corrida para escalar o pelotão e somar bons pontos.

Sergio Pérez danificou a asa traseira e abandonou GP do Canadá (Foto: Reprodução/F1)

“Fizemos algumas boas mudanças, por isso devemos estar no caminho certo para domingo. Será uma corrida difícil saindo do 11º lugar com a punição no grid e será muito importante ter paciência e aproveitar as oportunidades certas, especialmente se estiver molhado porque tudo pode acontecer”, finalizou Pérez.

GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e EM TEMPO REAL todas as atividades do GP da Espanha de Fórmula 1 e transmite classificação e corrida em segunda tela, em parceria com a Voz do Esporte, na GPTV, o canal do GP no Youtube. Além disso, debate tudo que aconteceu na pista com o Briefing após treinos livres e classificação, além de antes e depois da corrida. No domingo (23), a largada está marcada para as 10h (de Brasília, GMT-3).

 Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.