Pérez lamenta 2º lugar perdido em safety-car no GP da China: “Custou algum tempo”

Sergio Pérez viu Lando Norris e Charles Leclerc se beneficiarem com a entrada do safety-car no GP da China. Depois de brigar com o monegasco no que valia a terceira colocação, o mexicano ficou sem ritmo para buscar o titular da McLaren

Sergio Pérez não teve o melhor de seus dias durante o GP da China, que aconteceu neste domingo (21). Embora tenha conseguido terminar no pódio, o mexicano esperava entregar mais uma dobradinha para a Red Bull depois de largar de segundo. No entanto, uma entrada de safety-car frustrou os planos do #11.

Pérez perdeu a segunda colocação logo na largada quando foi ultrapassado por Fernando Alonso. O mexicano até conseguiu superar o piloto espanhol algumas voltas mais tarde e mantinha o posto com certa tranquilidade. Porém, a quebra de Valtteri Bottas na altura da volta 20 mudou os rumos da corrida.

Relacionadas


Naquele momento, ‘Checo’ já havia feito sua parada nos boxes e era o quarto colocado, atrás de Lando Norris e Charles Leclerc, que ainda não tinham parado. Em um primeiro momento, a direção de provas acionou o virtual safety-car e a McLaren e a Ferrari aproveitaram para chamar seus pilotos para a troca dos compostos.

Quatro voltas mais tarde, em meio às dificuldades dos fiscais em retirarem o carro de Bottas, o safety-car foi acionado. Com isso, Pérez aproveitou para ir aos boxes novamente para recomeçar a corrida com um pneu mais novo. No entanto, quando a bandeira verde foi acionada, encontrou dificuldades para superar Leclerc, desgastou os pneus, e viu Norris abrir uma vantagem considerável. Assim, teve de se contentar com o terceiro lugar no GP da China.

Sergio Pérez teve a estratégia prejudicada pelo safety-car (Foto: Red Bull Content Pool)

“O safety-car nos custou algum tempo e infelizmente perdemos duas posições, então tiramos o que dava com os pneus duros. Mas quando você briga muito no começo do stint, a vida do pneu vai embora. Ainda consegui trabalhar para chegar no pódio, mas o objetivo era fazer 1-2”, apontou o titular da Red Bull.

“Sofremos um pouco, especialmente com o composto médio. Mudamos muito de ontem para hoje e as condições não eram das melhores, mas no geral, acho que fomos bem e entendemos por que estávamos um pouco para baixo hoje”, finalizou Pérez.

Fórmula 1 retorna de 3 a 5 de maio para a disputa do GP de Miami, o primeiro de três que acontecem nos Estados Unidos na temporada 2024.

:seta_para_frente: Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
:seta_para_frente: Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.