Sexta-feira em Singapura tem umidade crescente, mas sem chances de chuva

Os treinos livres em Marina Bay vão acontecer com pista seca, mas ainda em condições desafiadoras. As temperaturas altas ganham a companhia de uma umidade cada vez maior, o que faz a sensação térmica se aproximar dos 40ºC

A sexta-feira (20) reserva um clima típico de Singapura para equipes e pilotos da Fórmula 1. O calor intenso se une a uma umidade cada vez mais alta, o que implica em uma sensação térmica pouco agradável no primeiro dia de treinos livres.
 
De acordo com o Weather Channel, a temperatura cai apenas de 33ºC para 29ºC ao longo da noite em Singapura. A umidade segue caminho inverso, passando de 57% para 77%. A combinação significa que o primeiro treino livre deve começar com sensação térmica de 37ºC.
A Fórmula 1 abre os trabalhos em Singapura com clima quente e úmido (Foto: Reprodução/Twitter)

Mesmo assim, a chuva não deve ser um fator nos treinos livres. O risco de chuva é zero na maior parte do tempo, chegando apenas a 5% após o término do TL2. A combinação é curiosa, já que umidade alta costuma implicar em maiores chances de chuva.

 
Com pista seca e condições representativas em Singapura, equipes e pilotos vão ter pela frente um dia dos mais produtivos. É o contrário do que se viu em Monza, na Itália, quando a chuva praticamente inutilizou as duas primeiras atividades de pista.
 
O TL1 começa às 5h30 (de Brasília), ainda durante o anoitecer de Marina Bay. O TL2, já com céu escuro, fica para as 9h30.

O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL o fim de semana do GP de Singapura de F1. Siga tudo aqui.
 

Paddockast #33
10 ANOS DE SECA BRASILEIRA NA F1

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube