“Sinto que posso fazer mais”: Ricciardo busca maior química com Renault em 2020

Daniel Ricciardo revelou que às vezes só recebe um “oi” do chefe, Cyril Abiteboul, nos finais de semana de corrida. O australiano pretende ficar mais tempo na sede da Renault em Enstone antes dos testes de inverno para obter uma maior integração com os funcionários para “levar esse relacionamento a um nível além”

Daniel Ricciardo chegou à Renault como a grande estrela de uma equipe que buscava se aproximar do ‘trio de ferro’ da F1 em 2019. Mesmo contratado a peso de ouro, com um salário de mais de US$ 20 milhões por temporada, o australiano não teve carro para brigar por melhores colocações ao longo do ano. O piloto já pensa em 2020 e, muito além da performance na pista, planeja encontrar meios de construir uma melhor química dentro da equipe também fora das pistas.
 
“Para o ano que vem, tenho algumas ideias de coisas que posso fazer mais ou melhor. Sinto que me integrei bem à equipe neste ano, mas olho para trás e sinto que posso fazer mais”, declarou Ricciardo em entrevista veiculada pelo site ‘Crash.net’.
 
“Quero ter um pouco mais de presença antes do início da temporada, antes dos testes, mas também tenho algumas ideias de coisas que podemos fazer juntos como equipe para nos levar à temporada, não somente tecnicamente, mas como um time. Quero chegar a Barcelona sentindo que tivemos algum impulso antes mesmo de a temporada começar”, explicou.
Daniel Ricciardo revelou distanciamento com o chefe, Cyril Abiteboul (Foto: Renault)
“Até algumas coisas em termos de motivação da equipe, construção da equipe, algumas atividades. O mais importante é passar um tempo com a equipe, mesmo longe da pista”, continuou Ricciardo.
 
Daniel revelou uma faceta curiosa da sua relação com o chefe, Cyril Abiteboul. “Na pista, com o Cyril, às vezes é ‘oi’, e isso é tudo o que você recebe no fim de semana porque estamos ocupados. Portanto, você nem sempre tem tempo de qualidade na pista”.
 
“Sinto que, para levar esse relacionamento a um nível além, é bom ficar [mais tempo juntos] longe da pista. Mesmo com os caras que se conhecem mais, eles vão querer trabalhar um pouco mais um para o outro e fazer algumas coisas boas acontecerem”, finalizou o nono colocado no Mundial de Pilotos em 2019.

Paddockast #46
OS 10 MELHORES PILOTOS DA DÉCADA

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube