Soberano, Hamilton termina na frente treino livre 3 do GP dos 70 Anos. Norris é terceiro

A Mercedes segue imbatível neste fim de semana do GP dos 70 Anos da F1. Lewis Hamilton liderou nova dobradinha da equipe hexacampeã do mundo, enquanto Lando Norris surpreendeu

Não há quem possa sequer se aproximar da Mercedes. A escuderia hexacampeã do mundo segue imparável neste fim de semana do GP dos 70 Anos da Fórmula 1 em Silverstone e, nesta manhã de sábado (8), liderou nova dobradinha. Lewis Hamilton foi o mais rápido do treino livre 3 no icônico circuito britânico, berço da categoria, ao registrar 1min26s621, sendo 0s163 mais rápido que seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas.

A surpresa da manhã foi a presença de Lando Norris, com a McLaren, em terceiro. O prodígio britânico surpreendeu ao registrar sua melhor marca com pneus médios, contra os macios da dupla da Mercedes, ficando 0s581 atrás de Hamilton. Destaque também para Nico Hülkenberg, que levou a melhor no duelo interno da Racing Point e superou Lance Stroll por meros 0s007.

Charles Leclerc foi novamente o melhor posicionado dentre os pilotos da Ferrari e finalizou em sexto. Com novo motor, assim como o monegasco, Sebastian Vettel decepcionou novamente e terminou somente em 13º. Max Verstappen, com a Red Bull, chegou a despontar com a chance de encostar nos tempos da Mercedes, mas foi atrapalhado na sua última simulação de classificação e colocou a Red Bull em sétimo, sendo seguido pelo seu colega de equipe, Alexander Albon. Esteban Ocon, da Renault, e Carlos Sainz, da McLaren, fecharam a lista dos dez primeiros da manhã.

Lewis Hamilton sobrou novamente nesta manhã e desponta como grande favorito à pole (Foto: Mercedes)

A Fórmula 1 volta a acelerar logo mais, às 10h (de Brasília), com a sessão classificatória que vai definir o grid de largada do GP dos 70 Anos. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

Saiba como foi o treino livre 3 do GP dos 70 Anos da F1

Com céu azul e poucas nuvens, mas com temperatura um pouco mais amena, na casa dos 23ºC, a Fórmula 1 voltou a acelerar neste sábado de manhã em Silverstone. Enquanto os bastidores fervem em razão de toda a polêmica em torno da punição imposta pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo) à Racing Point e seus desdobramentos, os pilotos deixaram os boxes para 60 minutos de atividades.

Depois do problema enfrentado no motor no fim do treino livre 2 da última sexta-feira, Sebastian Vettel abriu a sessão com seu carro equipado com novos motor de combustão interna (ICE), turbo e MGU-H (sistema de recuperação de energia). A Ferrari aproveitou a oportunidade e, para evitar correr riscos, fez o mesmo com Charles Leclerc.

Depois das voltas de instalação, o primeiro piloto a quebrar o silêncio e ir para a pista foi Lando Norris, um dos pilotos que correm em casa. Com pneus macios, o britânico marcou 1min29s239 na sua primeira passagem. Lando foi seguido pelo seu colega de McLaren, Carlos Sainz.

Pierre Gasly foi um dos bons nomes desta manhã (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

A liderança mudou de mãos quando Charles Leclerc, com pneus médios, anotou 1min28s346, 0s033 mais rápido que Norris. Lance Stroll chegou a colocar a polêmica ‘Mercedes rosa’ da Racing Point na frente, mas foi superado por Pierre Gasly, que voltou a andar bem com a AlphaTauri e cravou 1min28s040.

Tudo mudou, claro, depois que a Mercedes mandou seus pilotos à pista. Sem dificuldades, Valtteri Bottas registrou 1min27s509, 0s5 mais rápido que Gasly. Na sua primeira passagem, Lewis Hamilton foi melhor que o finlandês no segundo setor, mas passou 0s017 atrás ao fim da volta. Já estava, contudo, consumado o 1-2 da Mercedes naquele momento.

Max Verstappen, com a Red Bull, manteve a natural ordem de forças no top-3 depois de subir para terceiro. Em seguida, Bottas melhorou sua marca para 1min27s462. Gasly, Stroll, Esteban Ocon, Leclerc, Norris, Sainz e Daniil Kvyat fechavam a lista provisória dos dez primeiros, enquanto Sebastian Vettel não se encontrava e era somente o 16º.

Hamilton encaixou volta muito boa na sequência e, com 1min27s280, deixou Bottas para trás por 0s182 e assumiu a dianteira da tabela de tempos. O período que abriu as últimas simulações de classificação teve Nico Hülkenberg subindo para a quarta posição, 0s412 mais lento que Lewis, deixando Gasly em quinto e Stroll em sexto lugar.

Quando restavam 19 minutos para o fim da sessão, veio a surpresa: Norris, com pneus médios, deixou todo mundo para trás e liderou o TL3 com 1min27s202. O prodígio britânico foi 0s078 mais rápido que Hamilton, enquanto Leclerc também melhorou e pulou para terceiro, com pneus médios, ficando a 0s126 do carro da McLaren. Vettel saiu do meio para o fim da tabela e avançou para o oitavo lugar.

Mas a presença de Lando como P1 durou só alguns minutos. Bottas restabeleceu a verdade da ordem de forças com outro grande tempo: 1min26s784, 0s418 mais rápido que o dono do carro #4 da McLaren.

Na volta seguinte, foi a vez de Hamilton realizar sua última simulação em ritmo de classificação. Sem problema nenhum, o vencedor do último GP da Inglaterra fechou em 1min26s621 para fechar a manhã de sábado na liderança em Silverstone.

Lando Norris foi um dos grandes nomes do TL3 (Foto: McLaren)

Verstappen, logo em seguida, vinha com uma ótima volta e inclusive tinha feito o melhor primeiro setor, mas foi atrapalhado por um dos carros da Racing Point, que vinha em ritmo mais lento à sua frente, e perdeu a volta. Assim, Norris seguia surpreendendo em terceiro, à frente de Hülkenberg, que acabava de superar Stroll por somente 0s007.

No fim das contas, após 60 minutos de sessão, deu a lógica: Hamilton na frente, Bottas logo atrás e, depois, o resto. Que teve como boa surpresa a presença de Norris como terceiro, sendo o único a registrar o melhor tempo com pneus médios.

Fórmula 1 2020, GP dos 70 Anos, Silverstone, treino livre 3:

1L HAMILTONMercedes1:26.621 12
2V BOTTASMercedes1:26.784+0.16313
3L NORRISMcLaren Renault1:27.202+0.58119
4N HÜLKENBERGRacing Point Mercedes1:27.256+0.63515
5L STROLLRacing Point Mercedes1:27.263+0.64214
6C LECLERCFerrari1:27.328+0.70717
7M VERSTAPPENRed Bull Honda1:27.455+0.83412
8A ALBONRed Bull Honda1:27.474+0.85314
9E OCONRenault1:27.496+0.87514
10C SAINZ JRMcLaren Renault1:27.627+1.00621
11P GASLYAlphaTauri Honda1:27.659+1.03814
12D KVYATAlphaTauri Honda1:27.754+1.13317
13S VETTELFerrari1:27.811+1.19019
14D RICCIARDORenault1:27.815+1.19410
15R GROSJEANHaas Ferrari1:28.076+1.45514
16N LATIFIWilliams Mercedes1:28.125+1.50413
17G RUSSELLWilliams Mercedes1:28.349+1.72816
18A GIOVINAZZIAlfa Romeo Ferrari1:28.468+1.84712
19K RÄIKKÖNENAlfa Romeo Ferrari1:28.538+1.91711
20K MAGNUSSENHaas Ferrari1:28.763+2.14214
  Tempo 107%1:32.684+6.063 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube