Temporada 2015 da F1 registra queda de 20% em ultrapassagens. Verstappen é piloto que mais ganhou posições

De acordo com a Pirelli, que divulgou uma série de estatísticas sobre ultrapassagens na F1, o número total de ultrapassagens caiu de 636 para 509 em apenas um ano. Max Verstappen, que chamou atenção pelo arrojo, foi o piloto com mais manobras, totalizando 49 ao longo das 19 provas do calendário

A temporada 2015 da F1 não esteve nem perto de ser tão emocionante quanto se esperava. E o número total de ultrapassagens ao longo das 19 provas do campeonato comprova isso: comparando com 2014, a temporada atual registrou uma queda de aproximadamente 20% no número absoluto de manobras – 636 contra 509.
 
Os números foram divulgados pela Pirelli, fornecedora de pneus da F1, que tratou de compilar uma série de dados sobre ultrapassagens. De acordo com a companhia italiana, a prova com mais manobras foi o GP da Malásia – um total de 60. Sebastian Vettel foi o piloto que mais ultrapassou em uma única corrida – GP do Canadá, total de 13.
Max Verstappen somou 49 ultrapassagens em 2015 (Foto: Getty Images)
Mas o número mais chamativo faz referência a Max Verstappen: o novato foi o recordista de ultrapassagens em 2015, totalizando 49 manobras. Considerando apenas movimentos feitos na primeira volta de cada GP, Fernando Alonso conseguiu o melhor número, 28.
 
O número de pit-stops também mudou drasticamente em 2015. Ainda de acordo com a Pirelli, houve uma queda de 14% no número de paradas. Consequentemente, a média de pits por GP passou de 2,02 para 1,88. Os resultados são consequência do conservadorismo da marca italiana, que tendeu a optar por pneus de compostos mais duros.

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;
document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube