Temporal em Austin provoca adiamento do começo do treino classificatório do GP dos Estados Unidos

O treino classificatório, que estava marcado para as 16h (horário de Brasília), será afetado pela dramática condição climática de Austin nos últimos dias. A direção de prova vai tentar começar a sessão novamente às 16h30, mas a possibilidade de treinar apenas horas antes do GP não é descartada

Já não é novidade nenhuma que a situação climática em Austin é péssima. A forte chuva parece não cessar, situação que já cancelou o segundo treino livre, além de comprometer o terceiro. Mas agora foi a vez de o treino classificatório ser afetado: a sessão, que estava marcada para 16h (horário de Brasília) deste sábado (24), será adiada em pelo menos meia-hora.
 
A decisão é uma tentativa da FIA de garantir o treino classificatório ainda para esta tarde. Segundo a previsão do tempo, a chuva deve ficar menos intensa nas próximas horas – apesar de, no momento, o temporal estar tão forte quando na tarde desta sexta-feira (23).
Lewis Hamilton durante o terceiro treino livre em Austin (Foto: Getty Images)
Se o treino classificatório não acontecer hoje, a FIA já reservou a manhã de domingo (25) (12h no horário de Brasília) para definir o grid de largada. Se até lá a situação não melhorar, o jeito será tentar correr com a ordem do terceiro treino livreque acabou com Lewis Hamilton em primeiro.
 
A situação em Austin é ruim por causa do Furacão Patrícia, que atingiu a América do Norte nas primeiras horas deste sábado (24). O fenômeno, apesar de atingir principalmente o México, reflete sobre o clima do Texas.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube