Bottas vê capacidade de bater Red Bull, mas diz que Mercedes é “caçadora, não caçada”

Na visão de Valtteri Bottas, a Fórmula 1 2021 não terá uma força dominante. Mas, na ordem de forças atual, a Mercedes é quem busca recuperação

O GP do Bahrein e os testes de pré-temporada deixaram evidente que a Mercedes não está à frente de sua principal rival pelo título na Fórmula 1, a Red Bull. Valtteri Bottas acredita que, mesmo que o time alemão possa bater a equipe austríaca, uma coisa é certa: é a Mercedes quem está em posição de perseguir.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

É um contraste com os últimos sete anos, quando sempre a Mercedes esteve à frente com o restante do pelotão tentando diminuir a distância. Apesar da vitória de Lewis Hamilton em Sakhir, ninguém se engana quanto à ordem de forças que se apresentou no começo de 2021.

“Nós somos os caçadores, não somos os caçados. Vejo a motivação nos olhos de cada membro da equipe de tentar trabalhar o melhor possível para atingir o objetivo que temos para este ano. Ainda acredito que podemos pegá-los. Acredito, pela sensação que temos com o carro, que há mais a tirar do pacote”, disse.

Valtteri Bottas crê na recuperação (Foto: Beto Issa)

“O carro ainda é rápido, com grande potencial, mas temos muito trabalho a fazer. Se conseguirmos acertar o equilíbrio, vai ficar mais fácil de guiar. O equilíbrio de curvas precisa melhorar, mas acho que estamos nos entendendo e ajustando o setup. Temos mais a oferecer”, seguiu.

“Veremos enormes mudanças em termos de desempenho de pista para pista. Não dá para saber com certeza, mas não vejo ninguém dominando nesse ano”, falou já em Ímola.

Bottas ainda destacou que as restrições de viagem na Europa fazem com que certos processos sejam atrasados, então a organização de cada equipe nas fábricas será fundamental na batalha das pistas.

“Com as restrições e a situação atual, tentamos tirar o máximo do que podemos. É o mesmo para a equipe: está restrita no tempo de desenvolvimento, então planejamento e eficiência são chave. Estou curioso para ver o que esse ano traz para a gente e como terminaremos. Será um ano divertido”, encerrou.

A temporada da F1 segue com o GP da Emília-Romanha, neste fim de semana, em Ímola. O GRANDE PRÊMIO acompanha as atividades AO VIVO e EM TEMPO REAL.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar