Bottas lidera 1-2 da Mercedes em agitado TL1 na Emília-Romanha. Mazepin roda e bate

O agitadíssimo treino livre 1 do GP da Emília-Romanha teve a Mercedes fazendo dobradinha, com Valtteri Bottas em primeiro e Lewis Hamilton em segundo. Max Verstappen foi o terceiro mais rápido em sessão que a Ferrari e Pierre Gasly andaram bem demais. Nikita Mazepin bateu e causou bandeira vermelha

Codemasters lança trailer do game F1 2021 (Vídeo: F1/Divulgação)

Teve praticamente de tudo no primeiro treino livre do GP da Emília-Romanha, nesta fria manhã de sexta-feira (16), em Ímola. Vários carros ocupando a liderança, duas bandeiras vermelhas, um incidente estranhíssimo entre Sergio Pérez e Esteban Ocon e Nikita Mazepin rodando no começo e no fim da sessão. Nos segundos finais, quase no apagar das luzes, Valtteri Bottas colocou a Mercedes na frente com 1min16s564, sendo seguido muito de perto por Lewis Hamilton, que virou 0s041 mais lento que o finlandês.

Mas o 1-2 da equipe heptacampeã do mundo engana. A sessão foi bastante movimentada e trouxe ótimos desempenhos de Max Verstappen, da Red Bull, terceiro colocado da sessão, Charles Leclerc, quarto depois de pouco ter andado na maior parte dos trabalhos da manhã e Carlos Sainz, que chegou a liderar, com a Ferrari. Pierre Gasly foi outro piloto que andou muito bem e fechou o treino livre 1 em quinto com a AlphaTauri, logo à frente do espanhol.

Fernando Alonso também foi bem e colocou a Alpine em sétimo lugar, sendo seguido pela Aston Martin de Lance Stroll. Nicholas Latifi surpreendeu com a Williams e foi o nono, à frente da McLaren de Daniel Ricciardo e da outra Williams, de George Russell.

Quem foi mal, mesmo, foi Nikita Mazepin. Depois da estreia horrenda no GP do Bahrein, o russo rodou no começo do TL1. Para piorar, o novato bateu no fim da sessão e provocou a segunda bandeira da manhã. O piloto do carro #9 da Haas ficou em antepenúltimo, à frente de Mick Schumacher e de Yuki Tsunoda, também estreantes em 2021 na F1.

VALTTERI BOTTAS; MERCEDES; ÍMOLA;
Valtteri Bottas foi o mais rápido do TL1 do GP da Emília-Romanha (Foto: Mercedes)

A Fórmula 1 volta a acelerar em Ímola logo mais, a partir de 9h30 (de Brasília) com o segundo treino livre do GP da Emília-Romanha. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

Saiba como foi o treino livre 1 do GP da Emília-Romanha de F1

Com muito frio, temperatura ambiente de 9ºC e igual sensação térmica, os pilotos voltaram a acelerar depois de quase três semanas para a abertura dos trabalhos de pista do GP da Emília-Romanha. Coube ao piloto da casa, Antonio Giovinazzi, registrar a primeira volta do dia, 1min30s224.

Praticamente todos os carros foram para a pista logo em seguida. E nos primeiros minutos, Nikita Mazepin, que teve péssima estreia na F1 no Bahrein, rodou pouco antes da entrada dos boxes em Ímola. O russo chegou a atolar na brita, mas conseguiu voltar para os boxes.

NIKITA MAZEPIN; ÍMOLA; HAAS; GP DA EMÍLIA-ROMANHA;
Nikita Mazepin rodou no começo do treino livre 1 em Ímola (Foto: Reprodução)

Pole-position do GP da Emília-Romanha no ano passado, Valtteri Bottas chegou a assumir a dianteira da sessão no começo da manhã, sendo seguido por Sergio Pérez. Mas Kimi Räikkönen, com a Alfa Romeo, cravou 1min20s175, ainda antes dos dez minutos de treino, para tomar a liderança provisória.

Os tempos seguiram baixando muito em uma sessão bastante dinâmica, com a ordem da tabela de tempos mudando muito rápido. Carlos Sainz, com a Ferrari, chegou a marcar 1min18s764 para liderar o treino, mas Lewis Hamilton registrou 1min18s257 e colocou a Mercedes na ponta. Mas o espanhol deu o troco na volta seguinte ao cravar 1min18s159, 0s098 mais rápido que o heptacampeão mundial.

YUKI TSUNODA; GP DA EMÍLIA-ROMANHA; ÍMOLA; FÓRMULA 1;
Yuki Tsunoda também escapou nos primeiros minutos do treino em Ímola (Foto: Reprodução)

A surpresa era a presença de Nicholas Latifi momentaneamente em quinto colocado com a Williams, conseguindo se colocar entre as Red Bull de Max Verstappen e ‘Checo’ Pérez. Já Yuki Tsunoda, que acelera na casa da AlphaTauri, escapou na chicane da Tamburello quando partia para fazer sua primeira volta rápida do dia.

Volta a volta, os tempos continuaram a despencar em Ímola, com os primeiros alcançando a marca de 1min17s. Sainz não deixou dúvidas sobre a performance da Ferrari e reforçava sua posição de líder com 1min17s682, com Hamilton 0s195 atrás e Verstappen em terceiro, a 0s227 do tempo do ex-companheiro de equipe dos tempos de Toro Rosso.

Nos primeiros minutos, os pilotos usaram pneus duros, na sua maioria. E foi com os compostos identificados pela cor branca que Pierre Gasly colocou a AlphaTauri em segundo quando restavam 37 minutos para o fim do treino. Com 1min17s743, o francês se colocou apenas 0s061 atrás de Sainz. Nas voltas seguintes, Gasly melhorou ainda mais e tomou a liderança com 1min17s470.

F1; FÓRMULA 1; PIERRE GASLY; GP DA EMÍLIA-ROMANHA;
Correndo na casa da AlphaTauri, Pierre Gasly chegou a assumir a liderança do TL1 em Ímola (Foto: Red Bull Content Pool)

Com meia hora de sessão já realizada, o único dos 20 pilotos que ainda não tinha tempo registrado era Charles Leclerc, com a Ferrari. O outro carro da equipe de Maranello aparecia muito bem e era o segundo, à frente de Hamilton, Verstappen e Lance Stroll, que fechava o top-5 provisório.

No começo da meia hora final, Verstappen voltou à pista, mas foi mais um a escapar na chicane da curva Tamburello. E assim como o holandês, Pérez retornou com um outro jogo de pneus duros na sequência dos trabalhos em Ímola. Mas Aston Martin e Alfa Romeo, por exemplo, mandaram seus pilotos de volta à pista com pneus macios.

Bottas marcou 1min17s396 e subiu para a ponta da sessão, deixando Gasly para trás por apenas 0s074. As Williams pintavam muito bem, com Latifi em sexto e George Russell em sétimo, em grande destaque.

ESTEBAN OCON; SERGIO PÉREZ; BANDEIRA VERMELHA; TREINO LIVRE 1; ÍMOLA;
Esteban Ocon e Sergio Pérez enfrentaram problemas no TL1 em Ímola (Foto: F1/Twitter)

Com pouco mais de 20 minutos para o fim do treino, Sainz reassumiu a liderança com 1min17s296. Mas a direção de prova acionou a bandeira vermelha depois que Pérez rodou ao enfrentar problemas na roda traseira esquerda enquanto contornava a curva Villeneuve. Esteban Ocon, que estava pouco atrás, também parou com o carro avariado logo depois, à altura da curva Tosa. A FOM (Formula One Management), responsável pela transmissão da F1, não divulgou as imagens do que de fato aconteceu. Mas Christian Horner, chefe da Red Bull, confirmou depois que, de fato, houve um incidente envolvendo Pérez e Ocon.

A sessão voltou ao ritmo normal, com bandeira verde, quando restavam 12 minutos para o fim da sessão. Fernando Alonso foi o primeiro a deixar os boxes. Quem finalmente também saiu para fazer suas primeiras voltas rápidas foi Leclerc, com pneus macios, assim como Sainz, de volta à pista também com os compostos vermelhos.

O espanhol cravou 1min17s197 e reassumiu a liderança do treino, seguido por Verstappen, Bottas, Gasly e Stroll em quinto lugar. Até que Hamilton, também com pneus macios, deixou toda a concorrência para trás ao anotar 1min16s892. Leclerc, pouco depois, subiu de último para segundo lugar, ficando somente 0s017 atrás de Lewis e à frente de Bottas, terceiro colocado, enquanto Sainz aparecia em quarto. Só depois, em quinto, é que vinha a Red Bull de Verstappen.

Mas o holandês tinha carro de sobra para subir para a ponta. Com grande volta, Max virou 1min16s622 e colocou a Red Bull como P1 do primeiro treino do fim de semana em Ímola. Só que nada ainda estava definido. Gasly chegou a subir para segundo, mas Leclerc e, depois, Verstappen, melhoraram seus respectivos tempos. Mas quase no apagar das luzes da sessão, a Mercedes confirmou dobradinha, mas com Bottas, pole no ano passado, em primeiro, com 1min16s564, e Hamilton em segundo, 0s041 atrás.

Para completar o agitadíssimo treino livre 1, Mazepin rodou de novo, novamente na entrada dos boxes, o que fez com que a direção de prova fechasse a sessão com bandeira vermelha.

Fórmula 1 2021, GP da Emília-Romanha, Ímola, treino livre 1:

1V BOTTASMercedes1:16.564 23
2L HAMILTONMercedes1:16.605+0.04125
3M VERSTAPPENRed Bull Honda1:16.622+0.05821
4C LECLERCFerrari1:16.796+0.23213
5P GASLYAlphaTauri Honda1:16.888+0.32421
6C SAINZFerrari1:16.888+0.32426
7F ALONSOAlpine1:17.457+0.89323
8L STROLLAston Martin Mercedes1:17.489+0.92519
9N LATIFIWilliams Mercedes1:17.739+1.17524
10D RICCIARDOMcLaren Mercedes1:17.769+1.20523
11G RUSSELLWilliams Mercedes1:17.866+1.30225
12K RÄIKKÖNENAlfa Romeo Ferrari1:17.883+1.31916
13L NORRISMcLaren Mercedes1:17.935+1.37116
14S VETTELAston Martin Mercedes1:17.984+1.42023
15A GIOVINAZZIAlfa Romeo Ferrari1:18.058+1.49424
16S PÉREZRed Bull Honda1:18.228+1.66415
17E OCONAlpine1:18.360+1.79620
18N MAZEPINHaas Ferrari1:18.823+2.25922
19M SCHUMACHERHaas Ferrari1:19.480+2.91618
20Y TSUNODAAlphaTauri Honda1:19.781+3.21711

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube