Verstappen cita erros e diz que carro de 2020 da Red Bull “não é bom o bastante”

O companheiro de Alexander Albon considerou que a AlphaTauri não deveria estar tão próxima da Red Bull em classificação, por exemplo. O filho de Jos Verstappen, contudo, se disse feliz com a vitória de Pierre Gasly no GP da Itália

Max Verstappen não está nada satisfeito com o desempenho da Red Bull na temporada 2020 da Fórmula 1. Passadas as oito primeiras etapas do calendário, a equipe dos energéticos soma 158 pontos para ocupar a segunda colocação no Mundial de Construtores, 123 a menos que a líder Mercedes.

No GP da Itália de domingo (6), Verstappen abandonou por conta de um problema com o motor Honda e agora ocupa o terceiro posto no Mundial de Pilotos, sete pontos atrás de Valtteri Bottas, o segundo colocado, e a 54 do líder Lewis Hamilton.

Max Verstappen não completou a corrida em Monza (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

Questionado sobre a expectativa para o fim de semana em Mugello, próxima parada do campeonato, Verstappen mostrou alívio por deixar Monza para trás.

“Vai ser uma corrida completamente diferente. Mas estou feliz por este fim de semana ter terminado, porque foi uma merda para nós”, declarou.

Apesar do fim de semana ruim de Max, a AlphaTauri viveu um domingo glorioso, com a primeira vitória da carreira de Pierre Gasly.

“A Red Bull de 2019 não era tão ruim”, comentou. “O carro deste ano simplesmente não é bom o bastante. Está claro que alguns erros foram cometidos. Com o devido respeito, veja o quão próxima a AlphaTauri está de nós na classificação. Isso não deveria acontecer”. Apesar disso, Max cumprimentou AlphaTauri e Pierre Gasly. “Estou feliz por eles”, concluiu.

Paddockast #77 | Como amar a moribunda Ferrari em crise?
Ouça também: PODCASTS APPLE | ANDROID | PLAYERFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube