Verstappen critica sistema de pontos na carteira da F1 e diz que atrapalha batalhas entre pilotos: “Não é o que os fãs querem”

Max Verstappen vai começar o ano que vem a apenas quatro pontos de ser suspenso por uma corrida pelo sistema de pontos na carteira da F1. O holandês deixou claro que não gosta do funcionamento e preferia que fosse diferente

O primeiro ano se foi e nem parece que Max Verstappen entrou no cenário da F1 há tão pouco tempo. O piloto da Toro Rosso avaliou o sistema de punições por pontos na carteira que a F1 adotou desde 2014 e que prevê suspensão de uma corrida prevista caso algum piloto chegue a 12 pontos na carteira em 12 meses. Para Verstappen, o sistema evita que os pilotos batalhem de forma aberta.
 
Max disse que desta forma eles acabam sendo obrigados a exagerar na preocupação e também é contra o que os fãs imaginam. Para ele, o sistema deveria mudar, até porque um banimento atrapalha a carreira de um piloto.
Max Verstappen se preparando para ir à pista (Foto: Getty Images)
"É uma pena, eles não deveriam nos impedir de correr. Não posso mudar agora, mas definitivamente tenho que ser mais cuidadoso. Não acho que é o que os fãs querem ver, que eu tenha que recuar quando estou tentando ultrapassar porque estou assustado de tocar em alguém", disse em entrevista à revista inglesa 'Autosport'.
 
"Precisamos revisar o sistema um pouco, mas não é comigo. Talvez eles devessem fazer de um jeito diferente que pontos de punição e uma eventual suspensão de uma corrida. Deveriam multar ou algo assim. Também é dolorido, mas é diferente de uma suspensão de uma corrida, porque é muito ruim para sua carreira receber uma dessas", seguiu.
 
Por conta das punições de 2015, especialmente do toque com Grosjean em Mônaco, Verstappen já tem oito pontos na carteira e sabe que precisa pisar em ovos nas primeiras provas do ano que vem.
 
"Definitivamente, preciso ser cuidadoso nas primeiras de 2016. Talvez quando você tente uma manobra arriscada, talvez quando você esteja tocando alguém, não posso fazer, é uma pena. Mas vou tentar passar de qualquer jeito", encerrou. 
 
A temporada 2016 começa em 20 de março com o GP da Austrália.

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;
document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

PADDOCK GP EDIÇÃO #11: ASSISTA JÁ

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube