Verstappen sente “evolução” em RB16, mas frisa: “Não sei se é rápido o suficiente”

Max Verstappen sente que o RB16 é uma evolução do RB15 de 2019. O holandês relata uma sensação boa e mantém objetivos abertos para o ano. Entretanto, o piloto reflete que ainda não dá para saber se está tão rápido quanto rivais

Max Verstappen está feliz com o RB16. O novo carro da Red Bull, apresentado como uma evolução do já competitivo RB15, deu sinais positivos na pré-temporada em Barcelona. Passado o quarto dia de testes, nesta quarta-feira (26) em Barcelona, o holandês sentiu que está na direção certa. Isso, entretanto, ainda não é suficiente para ter certeza de que o desempenho será bom a ponto de permitir um novo salto na Fórmula 1
 
“O carro desse ano certamente é uma evolução, e precisa ser se você quer lutar pelo campeonato”, disse Verstappen durante entrevista coletiva acompanhada pelo GRANDE PRÊMIO. “Mesmo ano passado, algumas vezes tínhamos um carro decente, algumas vezes a classificação era ok, mas como um todo você precisa dar um novo passo, e estamos trabalhando nisso. Você acelera o carro e a sensação é boa nesse momento”, comentou.
Max Verstappen está feliz, mas ainda controla a empolgação (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

“Só que é difícil dizer qualquer coisa sobre isso porque não sei se será rápido o suficiente e, no fim das contas, ainda não olhamos isso. É só teste e numa pista que não é a da primeira corrida. O mais importante é testar muitas coisas e saber como o carro está reagindo. Focamos em nós mesmos e, em Melbourne, veremos onde estamos”, seguiu.

 
Verstappen conseguiu o segundo melhor tempo em um dia curiosamente liderado por Robert Kubica, reserva da Alfa Romeo. Ninguém chegou perto de repetir os tempos velozes do terceiro dia de pré-temporada, o que indica que a atividade não representa muito bem o que pode acontecer no GP da Austrália.
 
“Não faço ideia [de quão perto o carro está do ideal]. Espero que não muito, mas no momento é difícil dizer porque é uma pista completamente diferente [de Melbourne]. Então, o que quer que a gente teste aqui não é garantia de que vá funcionar em Melbourne. É tudo uma questão de fazer muitas voltas e testar coisas no carro até saber em que direção você precisa ir”, encerrou.
 

O GRANDE PRÊMIO cobre AO VIVO, em TEMPO REAL e ‘in loco’ os testes de pré-temporada da F1 em Barcelona com o repórter Vitor Fazio. Siga tudo aqui.
 

Paddockast #49
RAÍ CALDATO: O ARTISTA PREFERIDO DE LEWIS HAMILTON

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube