Vettel descarta que Ferrari esteja próxima da Mercedes e alfineta “nada confiável” Lauda: “Quanto mais falar, melhor”

Niki Lauda cravou que a Ferrari já tem um motor tão bom quanto o da Mercedes, prevendo mais disputas em 2016. Sebastian Vettel discorda do austríaco e avisa que, assim fosse, “esse ano seria muito diferente”. Além disso, o tetracampeão alfinetou Niki, que “muda de opinião muito rápido”

Sebastian Vettel não gostou de ouvir o que Niki Lauda tem a dizer sobre o ritmo da Ferrari. O alemão descartou que a Ferrari esteja próxima do ritmo da Mercedes e cravou: o austríaco não é uma fonte confiável para falar sobre o assunto.
 
Lauda, presidente não-executivo da Mercedes, afirmou que a Ferrari já tem um motor tão bom quanto o da Mercedes e previu que os italianos vão brigar mais frequentemente pela liderança daqui em diante. Mas Vettel contra-atacou: se isso fosse verdade, a história de 2015 seria outra.
Sebastian Vettel descarta que a Ferrari esteja no patamar da Mercedes (Foto: Getty Images)
“É fato que ainda não estamos iguais. Fosse assim, esse ano seria muito diferente. Mas até aqui estou muito feliz com a temporada, o progresso que fizemos, e as coisas que temos engatilhadas para o futuro”, contou Vettel.
 
Segundo Vettel, Lauda não tem autoridade para falar sobre a Ferrari, já que “não é o melhor para confiar”. Mesmo assim, o tetracampeão não descartou que a escuderia italiana siga crescendo.
 
“Niki Lauda normalmente não é o melhor para confiar, vamos colocar desse jeito. Ele muda de opinião muito rápido. Às vezes o que ele fala faz sentido, e tem outras vezes em que ele não faz sentido algum. Mas quanto mais ele falar, melhor para nós. Ele pode ver que talvez estejamos chegando, e isso é uma boa notícia”, considerou.
 
No GP do Brasil, Vettel vai correr para alcançar Nico Rosberg, seu adversário na briga pelo segundo lugar. Hoje, com duas corridas faltando, o piloto da Mercedes tem 21 pontos a mais.
 

O GRANDE PRÊMIO acompanha o GP do Brasil com grande cobertura 'in loco' com Flavio Gomes, Evelyn Guimarães, Fernando Silva e Rodrigo Berton. Acompanhe aqui.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube