F1

Vettel diz que volta no Q3 foi “tímida”, mas celebra pole de Leclerc e “situação ótima para amanhã” da Ferrari

Sebastian Vettel pensa que o mais importante do treino classificatório no Bahrein foi colocar a Ferrari nas duas primeiras posições do grid. O alemão felicita Charles Leclerc, 0s3 melhor para alcançar uma pole inédita

Grande Prêmio / VITOR FAZIO, de Berlim
Sebastian Vettel não conseguiu acompanhar Charles Leclerc em termos de voltas rápidas, mas isso não traz qualquer tristeza. O alemão, segundo melhor no treino classificatório deste sábado (30) no Bahrein, gostou de ver a equipe italiana alcançar o melhor resultado possível e derrotar a dupla da Mercedes.
 
“Talvez eu tenha sido um pouco tímido demais no segundo setor”, reconheceu Vettel. “Mesmo assim, o Charles fez um trabalho muito bom hoje e merecer estar na pole-position. Isso nos deixa em uma situação ótima para amanhã. O principal é que hoje a gente tenha dado conta do recado”, apontou.
Sebastian Vettel não foi pole, sendo superado por Charles Leclerc (Foto: AFP)
A classificação de Vettel não foi perfeita, apesar da felicidade expressada. O tetracampeão pegou tráfego na primeira volta do Q2 e, para não correr risco de eliminação, precisou fazer uma tentativa extra. Dessa forma, o Q3 do alemão foi com apenas um conjunto de pneus disponível, ao contrário de Leclerc, com dois.
 
Ao alcançar a dobradinha, a Ferrari se coloca em condições de dar o troco na Mercedes, que começou em grande forma ao vencer o GP da Austrália de forma incontestável. Valtteri Bottas disparou na liderança, enquanto Vettel ficou lento a ponto de ser superado por Max Verstappen e precisar de ordens de equipe para não ser superado por Leclerc na briga pelo quarto lugar.
 
O GP do Bahrein tem largada marcada para 12h10 (de Brasília) deste domingo.