Vettel insiste que tinha ritmo suficiente para vencer GP dos EUA “não fosse toque com Ricciardo”

Sebastian Vettel insistiu que tinha velocidade suficiente para vencer o GP dos EUA, não fosse o toque com Daniel Ricciardo logo na primeira volta da corrida. O alemão acabou chegando em quarto e impediu o rival Lewis Hamilton de conquistar o título em Austin

Sebastian Vettel terminou o GP dos EUA, neste domingo (21), apenas na quarta colocação, depois de se envolver em um toque com Daniel Ricciardo ainda na primeira volta. E foi exatamente esse incidente, segundo o alemão, que tirou de suas mãos a chance de uma vitória no Circuito das Américas. O tetracampeão insistiu em dizer que tinha performance suficiente para sair do Texas com o triunfo.
 
O #5 viveu um fim de semana bastante turbulento. Ainda durante o primeiro treino livre, em Austin, Vettel foi flagrado andando acima da velocidade durante uma bandeira vermelha, e isso lhe rendeu uma punição com a perda de três posições no grid. Por isso, ao invés de largar da segunda colocação, o alemão precisou sair de quinto. 
Sebastian Vettel (Foto: AFP)
Mas o objetivo de tentar entrar na briga pela vitória evaporou quando rodou depois de um toque com Ricciardo na primeira volta da corrida. Seb caiu para 15º e precisou protagonizar uma nova corrida de recuperação, para chegar em quarto. Questionado sobre ação no início da prova, o ferrarista respondeu: "Não tentei perder a corrida naquela curva."
 
"Se tívéssemos ficado em quarto ou quinto depois da primeira volta, estaria mais perto do pelotão. Não sei se todos estariam no mesmo ritmo, mas, com certeza, nós tínhamos velocidade para vencer", completou.
 
Vettel também falou sobre o incidente em si e afirmou que se tratou apenas de um acidente de corrida. "Obviamente, ele tentou voltar e nós dois conseguimos. Eu estava por dentro e acho que ele nem me viu, então ficamos lado a lado e, depois disso, tudo ficou bem claro."
 
O quarto lugar do piloto da Ferrari e o terceiro de Lewis Hamilton adiou a decisão do título para o GP do México, que acontece já neste fim de semana. O GRANDE PRÊMIO cobre 'in loco' com a repórter Evelyn Guimarães.

E o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 acontece este ano nos dias 9, 10 e 11 de novembro, no autódromo de Interlagos. Os ingressos para a corrida estão disponíveis no único site oficial do evento: www.gpbrasil.com.br

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube