Vettel lembra de ídolo Schumacher “com olhos cheios de lágrimas” e conta: “Sinto falta dos conselhos dele”

Sebastian Vettel falou da importância do ídolo Michael Schumacher, revelou que ainda lembra do compatriota com carinho e, especialmente, sente falta de seus conselhos

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Sebastian Vettel nunca gostou de ser chamado de novo Michael Schumacher, mas desde que começou a se destacar na F1 falou abertamente sobre o respeito e a idolatria que mantinha em relação ao compatriota. Nesta terça-feira (3), Vettel comentou a falta que sente especialmente dos conselhos que recebia de Michael, que segue em situação delicada e misteriosa de saúde desde o acidente sofrido em 2013 quando esquiava.
 
Sebastian contou que se emociona ao ver as homenagens feitas a Michael e explicou que Schumacher foi e sempre será seu grande ídolo no esporte.
 
"Eu assisti a um tributo ao Schumacher, me arrepiei e meus olhos se encheram de lágrimas. Michael era meu ídolo de infância e sempre será minha referência", disse ao jornal italiano 'Corriere della Sera'.
Sebastian Vettel e Michael Schumacher: fã e ídolo (Foto: Getty Images)
Vettel lembrou do dia em que conheceu Schumacher, que já era um piloto totalmente consagrado. O alemão de 29 anos comentou que ficou sem reação ao ver a grande referência.
 
"Sinto falta dos conselhos dele, eram perfeitos. Eles serviam para qualquer situação, podiam se adaptar a tudo que eu estivesse passando. Ele vai ser para sempre o número 1. Lembro que quando o vi pela primeira vez fiquei tão tenso que nem consegui abrir a boca", seguiu.
 
Sebastian seguiu enumerando as qualidades de Schumacher e aproveitou também para destacar o papel que Michael exerceu de liderança dentro da Ferrari.
 
"Mais tarde eu fui conhecendo ele melhor, entendendo também que ele, muito mais do que apenas um piloto, era um cara que fazia de tudo para fazer a Ferrari chegar no topo. Michael é um daqueles caras que tem uma boa resposta para tudo", completou.

Schumacher está internado em um quarto na sua própria mansão, na Suíça, desde meses depois do acidente em Méribel. Praticamente não há notícias sobre seu estado de saúde, opção adotada pela própria família, que prefere o sigilo absoluto em relação às condições clínicas do heptacampeão.

TORO ROSSO DEMOROU DEMAIS

REBAIXAMENTO SEGUIDO DE AFASTAMENTO DE KVYAT É TUDO, MENOS INJUSTO  

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube