F1

Vettel resume GP do Brasil como “difícil” e relata problemas com pneus: ”Sofri para fazê-los trabalhar“

Sebastian Vettel teve um domingo (11) um pouco difícil em Interlagos. Após largar em segundo, o alemão cruzou a linha de chegada apenas na sexta colocação, e após a disputa reconheceu que realmente sofreu na disputa e que teve problemas com os pneus
Warm Up, de São Paulo / NATHALIA DE VIVO, de Interlagos
 Sebastian Vettel (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
Sebastian Vettel não teve um dos dias mais fáceis em Interlagos. Neste domingo (11), após largar em segundo, cruzou a linha de chegada apenas na sexta posição. Após a prova, afirmou que foi uma disputa difícil e que os pneus foram um problema.
 
A fase do titular da Ferrari não tem sido das mais fáceis. Sem vencer desde a Bélgica, mostrou um desempenho abaixo do esperado no circuito paulistano, ficando de fora do pódio.
 
“Foi uma corrida difícil, obviamente. Para escalar o pelotão eu estava sofrendo mais do que Kimi. Não foi uma vantagem largar com os pneus que escolhemos hoje [supermacios]. Pensei que seria, mas no final não foi”, falou em coletiva com presença de GRANDE PRÊMIO.
Sebastian Vettel (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
“Então sofri um pouco para fazer os pneus trabalharem da melhor maneira, e estava muito também, então não foi uma boa corrida para nós. Quando você está no carro, na corrida, você tenta fazer tudo o que pode e foi o que tentei fazer, mas hoje não foi o suficiente”, completou.
 
Logo no início da prova, o alemão perdeu posição para Valtteri Bottas, caindo para terceiro. Entretanto, o #5 afirmou que “minha largada foi ok, fiquei satisfeito com minha largada. Não tinha para onde ir, Lewis estava na minha frente e Bottas estava do lado de fora, então tudo bem”, encerrou.

O GRANDE PRÊMIO cobre ‘in loco’ o GP do Brasil de F1 com os repórteres Evelyn Guimarães, Felipe Noronha, Fernando Silva, Gabriel Curty, Juliana Tesser, Nathalia De Vivo e Pedro Henrique Marum, e o fotógrafo Rodrigo Berton. Acompanhe tudo aqui.