Vice-campeão da GP3, Mazepin encaminha sequência de 12 dias de testes com Mercedes de 2017

Nikita Mazepin vai ter a chance de guiar a Mercedes W08, utilizada na temporada 2017, em testes privados. O russo está confirmado no grid da F2 e busca aprofundar a experiência na F1 após três anos como reserva da Force India

Nikita Mazepin, vice-campeão da GP3 e novo piloto da Fórmula 2, prepara um 2019 com maior contato com a Fórmula 1. De acordo com informação divulgada pelo site ‘Motorsport.com’, o russo vai completar um total de 12 dias de testes com a Mercedes W08, utilizada na temporada 2017.
 
Ainda não há informações sobre as datas das atividades. O que se sabe é que o cronograma não tem nada a ver com o da equipe Mercedes – Mazepin não ter qualquer vinculo com a fábrica alemã, apenas utilizando um carro cedido. É por isso que as atividades acontecem em testes particulares com um modelo antigo, e não durante a pré-temporada da F1 em fevereiro.
Nikita Mazepin vai ganhar experiência com um carro de F1 (Foto: GP3)

Como a atividade é particular, e não parte da pré-temporada, Mazepin tem a obrigação de usar um carro de pelo menos dois anos atrás. A boa notícia é que o modelo de 2017 tem pontos em comum com o de 2019, apesar das mudanças na aerodinâmica que estão em vias de ser introduzidas.
 
Ainda de acordo com o ‘Motorsport.com’, Mazepin vai ter a ajuda de Esteban Ocon durante os testes. O francês, vinculado à Mercedes, age como uma espécie de instrutor para o russo.
 
Mazepin, apesar de ainda inexperiente, já tem contato considerável com a Fórmula 1. O russo teve oito dias de testes pela Force India – hoje Racing Point – de 2016 para cá. Assim, o piloto de 19 anos vai fechar o ano com ao menos 20 dias de F1 no currículo.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube