VÍDEO: Räikkönen larga fora do colchete na Hungria e toma 1 ponto na carteira

Kimi Räikkönen cometeu um erro bobo e largou no GP da Hungria fora de posição, com o carro bem na frente do colchete pintado no asfalto. Além de 5s de punição na prova, o finlandês tomou 1 pontinho na carteira

Kimi Räikkönen tomou uma punição um tanto incomum no GP da Hungria deste domingo (19). Largando na última colocação, o finlandês errou o posicionamento no grid de largada e partiu da frente do colchete pintado no asfalto. Como consequência, tomou 5s de punição na corrida, mas também 1 ponto na carteira.

Räikkönen ainda está bem longe de receber uma suspensão na Fórmula 1. O veterano agora soma 3 pontos de punição nos últimos 12 meses, ou seja, ainda pode ter mais 8 pontos sem atingir o limite.

O piloto da Alfa Romeo foi enquadrado no artigo 36.14 do regulamento da F1. Na imagem de dentro do carro de Räikkönen, dá para perceber o piloto largando muito mais perto de Antonio Giovinazzi do que deveria, quase emparelhado.

“Infelizmente, largando de onde largamos, o trabalho seria muito complicado mesmo. Nós fizemos o que deu, mas não foi o suficiente para pontuarmos. Nosso ritmo não era tão ruim, recuperei algumas posições na largada, mas a punição me jogou para o fim da fila de novo”, lamentou.

O erro estranho do piloto do #7 pode estar ligado ao fato das duas Haas, que largariam na sua frente, terem ido aos boxes ainda na volta de apresentação, deixando dois espaços vazios no grid.

Kimi terminou a prova na 16ª colocação e segue zerado em 2020. No desempate, o piloto é o 17º na classificação geral, levando vantagem contra os outros pilotos sem pontos na temporada.

Paddockast #70 | O QUE ESPERAR DA MOTOGP 2020?
Ouça também: PODCASTS APPLE | ANDROID | PLAYERFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube