Wolff vê Hamilton como “superestrela” e descarta “pressão imediata” para renovar contrato do britânico

Chefe da Mercedes, Toto Wolff admitiu que prefere resolver a pendência da renovação do contrato de Lewis Hamilton em breve, mas garantiu que não há uma pressão imediata para chegar a um novo contrato. Dirigente classificou o bicampeão como “superestrela” e disse que Lewis tem uma personalidade importante para a F1

Chefe da Mercedes, Toto Wolff não parece estar preocupado com a renovação do contrato de Lewis Hamilton com o time. Mesmo admitindo que prefere chegar logo a um acordo, o dirigente afirmou que não há uma “pressão imediata” para ampliar o vínculo do piloto com a casa de Brackley.
 
Bicampeão da F1, Hamilton tem um contrato de dois anos com a Mercedes, que chega ao fim nesta temporada. As negociações começaram logo após a conquista do título de 2014, mas um novo contrato ainda não foi assinado.
 
Ainda assim, Wolff sempre se mostrou confiante na permanência de Lewis e descartou ter pressa para resolver a situação. 
Toto Wolff afirmou que personalidade de Hamilton é importante para a F1 (Foto: Getty Images)
“As negociações contratuais precisam ser feitas adequadamente e a relação que temos um com o outro e muito sólida”, falou Wolff. “É uma relação baseada em confiança e transparência, e é exatamente assim que temos essas discussões”, continuou.
 
“Não tenho dúvida de que, na forma como essas discussões estão sendo feitas, eventualmente chegaremos ao ponto de fazer um acordo. Não há pressão imediata para fazer isso acontecer amanhã, mas nós queremos fazer isso acontecer mais cedo e não mais tarde”, reconheceu.
 
Durante as férias, Hamilton elegeu uma agência de entretenimento para cuidar da promoção de sua ‘marca’, uma indicação de que o britânico trabalha mirando o crescimento também fora da F1.
 
“A forma como Lewis se desenvolveu ao longo dos últimos dois anos é incrível”, elogiou Wolff. “Acredito que, se um esportista é capaz de fazer um autojulgamento e entender que tipo de ambiente precisa para ter sua melhor performance, você precisa deixá-lo. Todos são diferentes. Você não pode aplicar seu próprio sistema e seu jeito em outra pessoa”, considerou.
 
“Lewis tem muitos interesses além da pista e eu acho que nós temos que deixá-lo fazer suas coisas. A marca Lewis Hamilton é extremamente valiosa para nós”, defendeu. “Ele é uma superestrela e uma celebridade — ele soma muito à F1 e este é o tipo de piloto e personalidade que precisamos na F1”, concluiu.
AO VIVO

O GRANDE PRÊMIO é o único site de esporte a motor brasileiro que vai acompanhar de perto toda a pré-temporada da F1, na Espanha. Neste domingo (1), o repórter Renan do Couto e o fotógrafo Xavi Bonilla vão trazer todas as informações direto da pista de Jerez de la Frontera, palco de lançamentos e da primeira bateria de testes coletivos em 2015.

Sigam tudo AO VIVO e em TEMPO REAL na nossa nova ferramenta de transmissão e participem.

O W06
A Mercedes apresentou neste domingo (1), em Jerez de la Frontera, o W06, carro do time para a temporada 2015 da F1. Lewis Hamilton e Nico Rosberg foram os responsáveis por revelar o bólido ao mundo e o fizeram sem muita demora.
 
Dominante ao longo da temporada 2015, a Mercedes apresentou uma evolução do bólido do 2014, mas ressaltou que as mudanças no regulamento técnico da F1 também apresentou desafios para a produção do W06.

Leia reportagem completa no GRANDE PRÊMIO. 

O FW37
A Williams chamou a imprensa nesta gelada manhã de domingo (1) em Jerez, na Espanha, para apresentar fisicamente o FW37, carro com o qual vai disputar a temporada 2015. Antes, a equipe apenas havia divulgado fotos pela internet.
 
Bem bonito, o modelo azul e branco possui uma aerodinâmica diferenciada em relação aos outros carros já mostrados. O FW37 traz certos resquícios do regulamento do ano passado com seu 'bico-mamilo', possui uma curva bastante uniforme do cockpit até a ponta do bico e, na traseira, uma espécie de barbatana encerrando a carenagem que cobre o motor.

Leia a reportagem completa no GRANDE PRÊMIO.

O RB11
A nova criação da Red Bull apareceu camuflada em Jerez de la Frontera. O RB11, o carro com o qual os tetracampões vão competir na temporada 2015 da F1, surgiu no pit-lane da pista espanhola nesta manhã de domingo (1) sem pompa ou cerimônia. A equipe austríaca sequer fez uma apresentação, apenas divulgou fotos e tratou de botar Daniel Ricciardo logo no circuito, para a primeira volta de instalação.
 
O modelo, provavelmente o último projeto totalmente assinado pelo gênio Adrian Newey, vai usar uma pintura provisória por enquanto, em preto e branco. Do que se pode perceber, as linhas são refinadas, como sempre, e o bico é mais baixo também, mas um pouco mais curto, diferente das soluções usadas por Ferrari e Toro Rosso, por exemplo. É bem parecido com o desenho da Mercedes.

Leia a reportagem no GRANDE PRÊMIO.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube