Tsunoda revela emoção por ultrapassagem em Alonso no Bahrein: “Meu pai é grande fã”

Estreando na Fórmula 1, Yuki Tsunoda celebrou a nona colocação no Bahrein, seus primeiros pontos conquistados pela AlphaTauri e revelou admiração por Fernando Alonso

Hamilton vence na estratégia e pega Verstappen: assista como foi o GP do Bahrein

Yuki Tsunoda ficou feliz com sua corrida de estreia na Fórmula 1, no Bahrein, onde conquistou o nono lugar e faturou dois pontos para a AlphaTauri. O japonês se mostrou muito satisfeito com o desempenho e revelou emoção ao disputar posições com seu ídolo Fernando Alonso, da Alpine, na pista de Sakhir.

Sobre os primeiros pontos conquistados na categoria, Tsunoda se mostrou muito satisfeito com o desempenho que teve. “Primeiro de tudo, quero dizer que estou realmente feliz por pontuar pelo time. Foi uma pena o que aconteceu com o Pierre Gasly. Eu acho que ele teve um grande problema com o carro. Estou apenas feliz por ter conquistado os pontos para a equipe e para o Japão”, afirmou o japonês.

Tsunoda, que largou da 13ª colocação, comentou a respeito do cuidado que teve no início da prova e analisou seu primeiro fim de semana oficial na Fórmula 1. “Eu fui bem cuidadoso na primeira volta para não danificar o carro e eu usei muito dos pneus para me manter na pista. Eu realmente gostei desse fim de semana de corrida e classificação. No Q1 e no Q2 batalhei muito com a aderência dos pneus. Na corrida, especialmente as ultrapassagens, o carro estava muito bem”, comentou o piloto do carro #22.

Yuki Tsunoda (Foto: Beto Issa)

O jovem piloto de 20 anos, aproveitou para comentar a respeito de sua disputa com o ídolo Fernando Alonso, da Alpine. “Eu me senti emocionado quando ultrapassei o Alonso depois de tê-lo visto há muitos anos. Quando vi o Alonso, confiei nas habilidades e me lancei como um novato para cima dele. Meu pai é um grande fã do Alonso, gosta do estilo de pilotagem dele. A primeira vez que ele o viu foi em Suzuka, e me disse que a aceleração dele saindo da última curva era a melhor de todos os pilotos do grid”, citou.

Depois que eu o ultrapassei, tentei copiar o estilo de pilotagem dele. Felizmente, na próxima vez, não quero correr com ele, quero estar bem a frente. Não quero dizer que a situação do carro é diferente”, finalizou o piloto da AlphaTauri.

Pierre Gasly, companheiro de Tsunoda na AlphaTauri, sofreu com uma quebra na asa dianteira logo no começo da prova e terminou sua corrida de recuperação apenas na 17ª posição.

A Fórmula 1 retorna apenas na segunda metade de abril, com o GP da Emília-Romanha no dia 18.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar