À Pavarotti, Shwartzman canta antiga música italiana após vitória na Hungria

Atual líder da Fórmula 2, Robert Shwartzman deu um tostão da própria voz ao entoar 'O surdato 'nnammurato', escrita e gravada em 1915

O nome da Fórmula 2 neste começo de temporada, após cinco corridas, é o de Robert Shwartzman. O russo que defende a Prema lidera a categoria e já havia vencido a prova principal do GP da Estíria, semana passada. Neste sábado (18), na Hungria, venceu novamente e encantou mesmo ao cantar, todo entusiasmado, uma antiga música italiana no rádio da equipe.

A canção se chama ‘O surdato ‘nnammurato‘ – ou ‘O Soldado Apaixonado’, em tradução livre. É uma tradicional música da região de Nápoles, escrita por Aniello Califano e composta por Enrico Cannio, que descreve a tristeza de um soldado que está no combate em plena Primeira Guerra e sente saudade de seu amor.

Ao longo dos últimas 100 anos, a paixão do soldado foi entoada por diversos tenores e estilos. Luciano Pavarotti, Sergio Franchi e Andrea Bocelli entre eles.

Agora, Shwartzman entra na seleta lista de intérpretes da música para um público global. E em grande estilo. Aos 20 anos de idade, o russo vence o duelo interno na italiana equipe Prema ante a Mick Schumacher. Com 73 pontos, lidera o tento com 22 de vantagem para Callum Ilott.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube