Aprendizados e nenhum ponto: o GP da Bélgica dos brasileiros da Fórmula 2 e Fórmula 3

Nenhum dos cinco brasileiros da F2 e F3 saíram com pontos do fim de semana em Spa-Francorchamps. Pilotos estão com esperança para a rodada dupla de Monza, na Itália, que acontece no próximo fim de semana

A Fórmula 2 e a Fórmula 3 tiveram etapas de proporções grandes no último fim de semana em Spa-Francorchamps na Bélgica, que ajustaram o rumo dos dois campeonatos. Para os cinco brasileiros distribuídos nas categorias, o saldo foi negativo.

Felipe Drugovich se envolveu em acidente com o companheiro de MP, Nobuharu Matsushita, e foi desclassificado por fazer o pit-stop na última volta da corrida 1. No domingo, não chegou nos pontos.

“Tirando a sexta-feira, foi um final de semana bem ruim. No sábado tive aquele acidente e hoje, largando no fim do grid, foi difícil fazer algo, ainda mais com a quantidade de intervenções do safety-car que teve. Foi pouco tempo de corrida e também é difícil passar quando todo mundo está com o DRS um atrás do outro. Fica o aprendizado para a próxima, vamos para Monza, se Deus quiser vai ser bom”, declarou o paranaense, que é 10º no campeonato.

Felipe Drugovich teve fim de semana ruim em Spa (Foto: F2)

Pedro Piquet, da Charouz, chegou a sonhar com pontos na corrida 1, mas terminou os dois certames do fim de semana em 12º.

“Estamos com problemas na classificação há muito tempo, apesar do nosso ritmo não ter sido ruim. Não tive uma má largada, especialmente no sábado, mas faltou velocidade de reta, que foi ao nosso favor nas últimas corridas. Foi legal encontrar Juan Manuel Correa. É bom ver que ele está de volta e melhorando. Acho que tivermos velocidade, vamos brigar por posições altas em Monza. Nosso carro tem bons freios, o que é importante”, disse o piloto, que viu o companheiro Louis Delétraz pontuar duas vezes.

Guilherme Samaia, da Campos, igualou o melhor resultado da temporada, ficando com o 15º lugar na corrida 2.

Já na Fórmula 1, Igor Fraga teve outro fim de semana complicado. O brasileiro da Charouz foi 19º no sábado e apenas 27º no domingo. Os companheiros Roman Stanek e Michael Belov também saíram zerados.

Igor Fraga tem apenas 1 ponto somado em 2020 (Foto: F3)

“Desta vez, a classificação foi estranha. Não consegui completar a primeira parte pela bandeira vermelha, e na segunda tive de diminuir nos setores 2 e 3, o que me fez perder bastante tempo. Eu não sei se seria suficiente para top-10, mas conseguiria mais que 18º. Na primeira corrida, tive problemas com desgaste de pneus. De início, ultrapassamos alguns pilotos, mas fomos perdendo novamente. Na corrida 2, tive um problema no fim e precisei ir aos pits. Infelizmente, aconteceu no começo da volta, tive de pilotar muito lento por muito tempo. Uma nova oportunidade de melhora acontece em Monza, estou ansioso”, disse Fraga.

Enzo Fittipaldi, da HWA, não pontuou, mas ficou próximo. Após o 26º lugar no sábado, ganhou boas posições no domingo e fechou em 12º.

“Começamos bem com o sexto lugar no treino livre, mas foi um fim de semana difícil porque o carro não tinha ritmo para classificar no top-10. Depois do pneu furado na corrida de sábado, acabei precisando largar lá atrás na corrida de domingo. Fico feliz pelas ultrapassagens, mas meu objetivo é sempre terminar nos pontos e é isso que vamos buscar em Monza, na próxima etapa”, comentou Enzo.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube