Correa diz que relatório de acidente em Spa “traz mais perguntas do que respostas”

Juan Manuel Correa não recebeu as informações que queria na versão resumida do relatório da FIA sobre o acidente da F2 em Spa, que resultou na morte de Anthoine Hubert. O americano, que se lesionou gravemente, cobrou acesso ao conteúdo completo

Juan Manuel Correa não ficou satisfeito com o relatório da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) a respeito do acidente na corrida 1 da Fórmula 2 em Spa-Francorchamps, que resultou na morte de Anthoine Hubert. Correa, que atingiu Hubert no impacto fatal e terminou com lesões graves, sente que o material divulgado pela federação não elucida dúvidas e cobrou acesso à versão completa do estudo.
 
A crítica de Correa vem do fato de que o relatório divulgado nas redes sociais na semana passada é uma versão resumida, essencialmente descrevendo acontecimentos e concluindo que nenhum piloto teve culpa. O americano, entretanto, não se dá por satisfeito e quer a versão completa da análise da FIA.
 
"A FIA anunciou na última sexta-feira a conclusão da investigação do acidente que aconteceu em 31 de agosto em Spa-Francorchamps e lançou um resumo das conclusões”, escreveu Correa em postagem no Instagram. “O Departamento de Segurança da FIA passou mais de cinco meses conduzindo essa investigação, mas, para mim, o resumo traz mais perguntas do que respostas. Ainda por cima, acho surpreendente que o relatório completo do acidente não foi liberado para mim, para que eu pudesse ter um entendimento mais claro das conclusões alcançadas pela FIA", seguiu.
Juan Manuel Correa quer acesso ao relatório completo da FIA (Foto: Reprodução)

"Em 31 de agosto de 2019, um amigo e colega de grid perdeu a vida, uma família perdeu alguém que amava e eu sofri lesões sérias. Não temos como mudar o passado, mas talvez toda essa dor e sacrifício tenha algum tipo de significado se ajudar a tornar nosso esporte mais seguro. Por conta disso, vou seguir trabalhando com minha equipe jurídica para obter uma cópia completa do relatório do acidente. Espero estar em uma posição de comentar mais a fundo assim que o relatório se tornar disponível para mim, tendo uma visão clara das conclusões alcançadas pela FIA e as mudanças na segurança que ela pretende trazer”, comentou.

 
A postura representa um novo momento de embate entre Correa e FIA. Recentemente o piloto reprovou também a postura da entidade após o acidente, dizendo que quase morreu por ficar sem acompanhamento da federação tão logo chegou a etapa seguinte da Fórmula 2, em Monza. A FIA negou tal versão da história.
 
Correa atualmente atravessa longo processo de recuperação após sofrer graves lesões nas pernas, principalmente a direita. O americano não desistiu da carreira, prometendo voltar às pistas por Hubert.
 

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube