Em Fórmula 2 bastante alterada, Drugovich se diz “muito ansioso” após paralisação

Felipe Drugovich mostrou animação para sua estreia na Fórmula 2. Destacando a rotina de treinos durante a quarentena, disse crer na força da MP Motorsport no início da temporada

O cenário do esporte a motor mundial começa a dar seus primeiros passos para a retomada em 2020. A Fórmula 1 divulgou o seu calendário para este ano, assim como a Fórmula 2, e Felipe Drugovich mostrou animação e otimismo para enfim fazer sua estreia na categoria de base, que acontece na Áustria, no início de julho.

Na terça-feira, a principal categoria do automobilismo anunciou oito etapas para o campeonato. As duas primeiras corridas acontecem na Áustria, em dois finais de semana consecutivos. O certame ainda confirmou disputas na Hungria, Inglaterra, também em rodada dupla, Espanha, Bélgica e Itália. As datas estão entre os meses de julho e setembro.

O jovem brasileiro vai fazer seu debute na F2 pela MP Motorsport, equipe holandesa que terminou a temporada 2019 com a sétima colocação da tabela e um pódio. “Já estava bastante ansioso pela abertura da temporada em março, imaginem agora depois desta parada forçada, que nos fará estrear apenas em julho”, apontou o paranaense.

“Voltar às competições é muito bom, especialmente por sabermos que na Europa a situação de saúde começa a se normalizar. Agora vamos torcer para que o Brasil e o resto do mundo também cheguem a uma situação mais tranquila”, completou.

Felipe Drugovich
Drugovich aposta na força da MP Motorsport na F2 (Foto: Dutch Photo Agency)
Paddockast #63 | COMO JORDAN, QUEM MERECE DOCUMENTÁRIO SOBRE O ADEUS?
Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Entretanto, mesmo sem estar nas pistas por conta da pandemia do coronavírus, Drugovich não parou a rotina de treinos físicos e mental para poder chegar preparado na temporada. “Trabalhei bastante estes dois pontos muito importantes para um piloto, obedecendo ao programa de exercícios determinado pelo meu preparador físico”, disse o piloto de 20 anos.

“[O automobilismo virtual] Foi uma forma de manter meus reflexos em dia e, mesmo não sendo corridas reais, estas atividades ajudaram muito a me manter ‘perto’ dos autódromos e das competições”, emendou o competidor da F2.

Por fim, Felipe mostrou animação e otimismo para 2020. “O time é bom, fomos bem nos testes, mas é uma nova categoria. Temos novidades pela frente, como corridas mais longas, pit-stops e um carro mais potente, por exemplo”, sublinhou o campeão de 2018 da F3 Espanhola.

“Mas estamos todos muito confiantes, tanto eu quanto a MP Motorsport, então agora aguardamos muito ansiosos pela abertura da temporada no início de julho”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube