Em posição “delicada” na briga por vice, Sette Câmara promete “dar o máximo”

Sérgio Sette Câmara sabe que não vai ser fácil escalar posições na rodada final da Fórmula 2 em Abu Dhabi. Dessa forma, o brasileiro focou no trabalho de simulador e já começou a considerar a chance de marcar rivais na pista

Sérgio Sette Câmara chega ao último fim de semana da Fórmula 2 em 2019 ainda com chances de terminar a temporada na vice-liderança, atrás somente do campeão Nyck de Vries. O brasileiro, entretanto, precisa superar tanto Nicholas Latifi quanto Luca Ghiotto para chegar lá. Desse jeito, Sérgio não esconde que a situação não é a ideal – o que não o impede de fazer o melhor trabalho possível.
 
“Estou bastante confiante para as atividades deste fim de semana”, disse Sette Câmara. “Trabalhei duro nas últimas semanas tanto na parte física quanto no simulador. Estou numa posição delicada do campeonato em que o concorrente à minha frente e o atrás de mim estão muito próximos. Então, assim como nas demais corridas, vou fazer o meu máximo em busca dos melhores resultados no treino e na classificação”, destacou.
Sérgio Sette Câmara (Foto: FIA F2)
Precisando fazer as contas pensando em rivais – o quinto colocado, Jack Aitken, também tem chances de superar Sette Câmara e alcançar o vice –, Abu Dhabi pode se tornar uma prova das mais estratégicas.
 
“Nas corridas, talvez, dependendo da posição de pista, aí sim poderemos pensar em alguma estratégia de marcação específica de cada concorrente. Porém, vamos pensando numa coisa de cada vez”, continuou.
 
Na briga particular pelo vice, Latifi soma 194 pontos. São 10 de vantagem sobre Ghiotto e 29 sobre Sette Câmara. Aitken é o último com chances matemáticas, mas precisando reverter 35 pontos. Ao todo, são 48 em jogo ao longo do fim de semana.

 

Paddockast #42
QUEM É VOCÊ NO GP DO BRASIL?

Ouça:

Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar