Drugovich comanda treino livre da F2 em Sóchi. E Collet lidera TL da Fórmula 3

Os brasileiros começaram muito bem o fim de semana de atividades das categorias de acesso que acompanham a Fórmula 1 em Sóchi. Bem pela manhã, Caio Collet foi o mais rápido no treino livre da Fórmula 3. Minutos depois, Felipe Drugovich liderou o treino da Fórmula 2

O QUE ESPERAR DOS BRASILEIROS DA FÓRMULA 2 E F3 NA RÚSSIA | GIRO BR #27

O fim de semana na Rússia começou muito bem para Caio Collet e Felipe Drugovich, dois dos brasileiros que aceleram nas categorias de acesso à Fórmula 1. Bem no começo da manhã desta sexta-feira (24), Collet foi o mais rápido no treino livre da Fórmula 3. Minutos depois, foi a vez de Drugovich registrar a melhor marca da única sessão da Fórmula 2 antes da classificação. As duas categorias definem seus respectivos grids de largada para as corridas 1 e 3 ainda nesta sexta-feira.

Collet liderou dobradinha da MP Motosport no circuito construído no Parque Olímpico de Sóchi. O paulista virou 1min54s087 na sua melhor volta e foi 0s083 mais rápido que Victor Martins. Frederik Vesti, da ART Grand Prix, foi o terceiro, à frente de Ayumu Iwasa, da Hitech, quarto colocado. Matteo Nannini fechou a relação dos cinco primeiros, enquanto Dennis Hauger, líder do campeonato e grande favorito a conquistar o título neste fim de semana, foi o oitavo com o carro #1 da Prema.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

CAIO COLLET; FÓRMULA 3; MP MOTORSPORT; RÚSSIA; FÓRMULA 3; SÓCHI;
Caio Collet andou bem nesta manhã de sexta-feira na Rússia (Foto: Fórmula 3)

Ainda na Fórmula 3, com um grid formado por 30 carros, nada menos que 19 pilotos terminaram no mesmo segundo. O 19º mais rápido foi justamente David Schumacher, da Trident.

Já na Fórmula 2, Drugovich foi o dono da melhor volta do treino livre desta sexta-feira. O piloto da UNI-Virtuosi virou 1min49s423 em sua passagem mais rápida pelo circuito russo e ficou somente 0s021 à frente do segundo colocado, o suíço Ralph Boschung, da Campos. Théo Pourchaire, um dos destaques da temporada com a ART Grand Prix, finalizou a sessão em terceiro, seguido por Guanyu Zhou, vice-líder do campeonato e companheiro de equipe de Drugovich, enquanto Jüri Vips, da Hitech, foi o quinto.

A organização do GP de Miami anunciou a data da corrida na temporada 2022 da F1 (Vídeo: Miami GP)

Felipe marcou seu melhor tempo na primeira parte da sessão. A expectativa era que os pilotos pudessem andar mais rápido nos minutos finais, mas Alessio Deledda, da HWA, causou uma bandeira vermelha quando restavam cerca de 8 minutos para o fim da atividade. Ainda houve tempo para mais 5 minutos de treino, mas não houve nenhuma melhora significativa.

Oscar Piastri, que chega a Sóchi como líder do campeonato, foi o décimo colocado na sessão com o carro #2 da Prema. O treino da Fórmula 2 também foi bastante parelho, com 14 carros no mesmo segundo. Guilherme Samaia, da Charouz, concluiu a sessão em 16º ao virar 1min50s489, enquanto Enzo Fittipaldi, que também corre pela equipe tcheca, foi o 19º depois de marcar 1min50s803.

A Fórmula 3 volta a acelerar nesta sexta-feira logo mais, a partir de 7h (de Brasília, GMT—3), com a sessão que vai definir o grid de largada da corrida principal, no domingo, e com o grid invertido em relação aos 12 primeiros para a primeira corrida do fim de semana. Já a Fórmula 2 realiza sua sessão classificatória em Sóchi às 10h25.

FELIPE DRUGOVICH; SÓCHI; GP DA RÚSSIA; FÓRMULA 2;
Felipe Drugovich liderou o treino livre da Rússia na Fórmula 2 (Foto: Fórmula 2/Twitter)

A Fórmula 1, por sua vez, vai à pista logo mais para realizar seu primeiro treino livre no fim de semana. A sessão tem início marcado para 5h30 (de Brasília, GMT-3). O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar