Fórmula 2 e Fórmula 3 definem mudanças em sistema de pontuação para temporada 2022

O sistema de pontuação das duas categorias de acesso que fazem parte do cronograma da Fórmula 1 foi anunciado na manhã desta quinta-feira

OS 30 ANOS DO ÚLTIMO TÍTULO DE AYRTON SENNA NA FÓRMULA 1 | GIRO BR #31

Dias depois do anúncio de calendários parrudos para a temporada 2022, a Fórmula 2 e a Fórmula 3 revelaram, nesta quinta-feira (21), mudanças no sistema de pontuação para o ano que vem. Uma vez que as rodadas duplas vão voltar a ser realidade, no lugar das atuais rodadas triplas, as categorias de acesso à Fórmula 1 determinaram alterações consideráveis na comparação com 2021.

Como já revelado antes, cada etapa da Fórmula 2 e da Fórmula 3 em 2022 vai compreender um treino livre, a sessão classificatória, a corrida sprint, no sábado, e a prova principal, no domingo.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

CLASSIFICAÇÃO; MONZA; FÓRMULA 2;
Fórmula 2 e Fórmula 3 terão mudanças na pontuação para 2022 (Foto: Fórmula 2)

Assim como acontece neste ano, a classificação vai definir o grid da prova principal, no domingo. Para o sábado, segue o sistema de inversão de grid. Na Fórmula 2, a inversão dos dez primeiros na classificação define o alinhamento inicial da primeira corrida do fim de semana, enquanto na Fórmula 3 o grid invertido será em relação aos 12 primeiros.

A pole-position vai valer 2 pontos, isso tanto para a Fórmula 2 como a Fórmula 3. Da mesma forma como já acontece na Fórmula 1, as categorias de base vão distribuir 1 ponto para quem aferir a volta mais rápida em cada uma das duas corridas do fim de semana.

Para a corrida sprint, de sábado, a pontuação para as duas categorias de acesso será a mesma: 10 pontos para o primeiro, 9 para o segundo, 8 para o terceiro, 7 para o quarto, 6 para o quinto, 5 para o sexto, 4 para o sétimo, 3 para o oitavo, 2 para o nono e 1 para o décimo.

Já a pontuação para a corrida principal, no domingo, segue inalterada e no padrão do sistema adotado pela Fórmula 1: 25 pontos para o primeiro, 18 para o segundo, 15 para o terceiro, 12 para o quarto, 10 para o quinto, 8 para o sexto, 6 para o sétimo, 4 para o oitavo, 2 para o nono e 1 para o décimo.

Desta forma, o máximo de pontos em jogo em cada fim de semana, já levando em conta os 2 tentos extras com a pole e 1 pelas voltas mais rápidas em cada uma das corridas, será de 39.

As mudanças ainda precisam ser ratificadas pelo Conselho Mundial da FIA, durante a Assembleia Geral Anual da entidade, no dia 15 de dezembro, em Paris.

OS PONTOS FRACOS E FORTES DE MERCEDES E RED BULL NA RETA FINAL DE 2022
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar