Fórmula 2 vive indecisão sobre introdução de novos carros para temporada 2024

A Fórmula 2 se vê diante de uma resolução importante: ou acompanha as mudanças aerodinâmicas promovidas pela F1 ou fica mais três anos com os mesmos chassis para economia de custos

A Fórmula 2 pretende decidir, em breve, se os carros atuais serão substituídos em 2024 ou se os chassis Dallara 218 terão sua vida útil estendida por mais algum tempo. É o que diz o promotor da categoria, Bruno Michel. A Fórmula 3, todavia, terá um pouco mais de tempo para tomar o mesmo rumo de mudança, afinal, os carros utilizados estão garantidos até 2025.

O chefe da F2 afirmou que gostaria de respeitar os prazos estipulados, mas as condições financeiras graças à pandemia podem ditar o ciclo de mudanças dos carros e prolongá-los. O ideal é que o anúncio seja feito o mais breve para que o design dos carros e fabricação a tempo das equipes poderem tê-los ao final de 2023.

“Às vezes, você tem que se adaptar a eras de seis anos porque não queremos que a economia das equipes sofra. Mudar o carro não significa apenas um novo chassi, mas também materiais, peças de reposição, é um forte investimento”.

Drugovich lidera temporada 2022 da Fórmula 2. (Foto: Dutch Photo Agency)

Vale lembrar que essa seria uma segunda extensão e que as mudanças de chassi viriam em 2021, mas a pandemia do coronavírus retardou este processo.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

E, com as novas regras aerodinâmicas da Fórmula 1 promovidas para este ano – e já há uma promessa de remodelagem para 2026 para os motores -, Michel reconhece a importância dos carros da F2 estarem próximos da F1. Ou que, ao menos, não estejam tão distantes.

Porém, tanto F2 como F3 sofrem financeiramente pela dependência das contribuições dos respectivos pilotos, seja pelo apoio de um time da Fórmula 1, um patrocinador master ou fortunas familiares.

E sempre há a possibilidade de ajustes nos custos que, ao final da temporada, se tornam onerosos. O preço médio de uma temporada na F2 é de R$ 12,5 milhões, enquanto na F3 é de R$ 7,5 milhões.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar