Crawford vence corrida 2 da F2 na Espanha. Bortoleto é 7º após toque com Maini no fim

Jak Crawford acertou a estratégia ao parar antes de todos e venceu a corrida 2 da F2 na Espanha. Gabriel Bortoleto se enroscou com o companheiro de equipe, Kush Maini, na volta final e ficou em sétimo

Jak Crawford foi certeiro no pit-stop e venceu a corrida 2 da rodada da Espanha da Fórmula 2, realizada neste domingo (23). O americano aproveitou os pneus já aquecidos para superar Paul Aron assim que o estoniano retornou dos pits.

Aron ainda cometeu um erro quando buscava retomar a primeira posição e até conseguiu se recuperar nas voltas seguintes e entrar novamente no top-3, mas foi superado por Juan Manuel Correa e terminou fora do pódio. Franco Colapinto foi o segundo. Isack Hadjar, em ótima corrida de recuperação, cruzou a linha de chegada em quinto.

Relacionadas


Nas voltas finais, Kush Maini e Gabriel Bortoleto disputavam freneticamente o sexto posto, quando o indiano, muito mais rápido, colocou pela linha de fora na abertura da última volta e ficou com o carro à frente na curva 1. Só que Gabriel forçou para cima do companheiro de equipe na tentativa de defesa e acabou provocando toque entre os dois. Maini cruzou à frente, com Bortoleto em sétimo.

Zane Maloney, Amaury Cordeel e Josep María Martí fecharam o top-10. Enzo Fittipaldi cruzou em nono, mas tomou 5s de punição por limites de pista e ficou em 11º no resultado final.

ATUALIZAÇÃO: após a prova, os comissários chamaram Bortoleto à salinha para explicações e consideraram o brasileiro culpado no incidente com Maini, aplicando 5s de punição. Com isso, o brasileiro cai para décimo na corrida 2.

A Fórmula 2 retorna já no próximo fim de semana, de 28 a 30 de junho, na Áustria, a segunda de três etapas em sequência. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades da temporada 2024.

:seta_para_frente: Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
:seta_para_frente: LEIA TAMBÉM: Correa perde pódio em sprint da F2 na Espanha. Aron herda 3º e Bortoleto, 5º

Largada da corrida 2 da F2 na Espanha (Foto: reprodução/F2)

Confira como foi a corrida 2 da F2 em Barcelona:

A chuva que ameaçou na Fórmula 3 ficou distante do início da corrida da F2, apesar da umidade relativa do ar em 70% e o clima mais frio, com 20,6°C de temperatura ambiente e 30,1°C de asfalto. À disposição para a corrida, pneus macios e duros, e os ponteiros — Aron, Crawford, Colapinto e Bortoleto — escolheram os de faixa vermelha para o stint inicial, ao contrário de Andrea Kimi Antonelli, o quinto colocado.

Assim que a direção de prova autorizou a volta de apresentação, começou o drama do pupilo da Mercedes, que não conseguiu dar a partida e teve de ser levado aos boxes para começar a corrida do pit-lane. O mesmo aconteceu com Roman Stanek, que também não teve alternativa a não ser começar do fundo do pelotão.

Na pista, luzes apagadas, e Aron manteve a liderança, trazendo consigo os carros de Crawford e Colapinto. Bortoleto também segurou o quarto posto, enquanto Hadjar se valeu de mais uma largada ruim de Victor Martins além do buraco deixado pelo carro de Antonelli e saltou nada menos que seis posições, surgindo em quinto.

Martins, aliás, nem sequer passou na segunda curva, pois acabou se envolvendo na costumeira confusão da largada e ficou atolado na brita ao ser acertado por Dennis Hauger. O norueguês também levou a pior e abandonou.

Safety-car em ação até a abertura do giro 4. Na relargada, ótima partida de Aron, enquanto Hadjar por pouco não deu o bote para cima de Bortoleto, que sobreviveu ao primeiro ataque e permaneceu em quarto. Fittipaldi também conseguiu capitalizar em cima de toda a confusão e entrou na zona de pontos, em décimo.

Na volta 6, a fila indiana começou a se formar. Aron já abria 1s7 para Crawford, que tinha 1s2 de vantagem sobre Colapinto, 1s1 à frente de Bortoleto. Hadjar também via o brasileiro se distanciar 1s4 enquanto tinha Joshua Dürksen a apenas 0s5 de distância. Miyata, O’Sullivan, Bearman e Fittipaldi fechavam o top-10, com Maloney logo atrás.

Com oito voltas completadas, os macios já davam indícios de desgaste. Hadjar, com os de faixa vermelha, foi ultrapassado por Dürksen, de duros, por fora. Foi a deixa para a janela de pits ser aberta, e Crawford, Miyata, O’Sullivan e Stanek logo se dirigiram aos boxes. Fittipaldi e Maloney entraram no giro seguinte também para calçar os compostos de faixa branca, e a parada fez o barbadiano ganhar o posto do brasileiro.

Bortoleto recebeu o chamado na décima volta. Troca efetuada, retornou à pista atrás de Crawford. No giro seguinte, foi a vez de Aron, Colapinto e Bearman se dirigirem aos pits.

Boroleto e Maini acabaram se chocando (Vìdeo: Reprodução/BandSports)

O estoniano foi devolvido à pista à frente de Crawford, só que o americano, já com a borracha aquecida, conseguiu logo a ultrapassagem. Na volta seguinte foi a vez de Bortoleto tirar de Colapinto no final da reta dos boxes e pular para décimo — posição que, na verdade, era a virtual terceira, já que os sete primeiros ainda não haviam parado.

Na volta 15, logo depois de leve interferência do safety-car virtual após Taylor Barnard parar na entrada do pit-lane, Aron começou a buscar Crawford, já a uma distância que permitia a abertura da asa móvel. Só que um erro na última curva da volta 15 fez o piloto da Hitech dar um passeio na brita que foi suficiente para jogá-lo para 11º — virtual quinta posição.

Melhor para Crawford, Bortoleto e Colapinto, que passaram a formar o provável pódio assim que as posições fossem restabelecidas. Volta 18, e novamente o safety-car virtual foi acionado por conta do outro carro da AIX com problemas, o de Dürksen.

No giro 19, as posições eram as seguintes: Correa em primeiro, seguido por Maini, Verschoor, Cordeel, Martí e Antonelli, todos ainda sem paradas. Crawford era o primeiro da fila dos que já vinham com pneus trocados, com Bortoleto a 2s7 de distância e Colapinto colado na traseira do carro da Invicta, apenas 0s3 de desvantagem.

Bandeira verde na volta 20, Colapinto tentou por fora na curva 1 e colocou lado a lado, mas Bortoleto defendeu-se bem e manteve o argentino atrás. Aron também partiu para o ataque sobre O’Sullivan com sucesso, subindo para quarto.

Volta 22, Colapinto foi mais uma vez em busca da ultrapassagem, e Bortoleto optou pelo mesmo movimento de defesa. Mas na abertura da 23, não teve jeito: com o lado de dentro para disputar a freada da curva 1, o argentino da MP ganhou o posto com certa facilidade, já abrindo 1s5 para Gabriel.

No giro 28, Correa, Maini e Martí enfim realizaram as trocas, retornando em sexto, 11º e 15º, respectivamente. Na mesma volta, Aron passou Bortoleto e entrou no top-3, em boa recuperação após o erro. Mais três giros, e foi a vez de Correa, de macios, superar o #10 da Invicta.

Enquanto Correa aproveitava a borracha vermelha para ganhar o pódio para cima de Aron, Bortoleto era superado por Hadjar, em ótima corrida de recuperação, na volta 34 de 37. Foi quando Maini também se aproximou significativamente do companheiro e equipe e passou a buscar a todo custo espaço para fechar a corrida em sexto. E ele surgiu na abertura do último giro, porém Bortoleto forçou para cima do indiano na defesa da posição e tocou em Maini. Por pouco, não foi fim de corrida para os dois, que sobreviveram até a bandeirada, com Gabriel em sétimo.

Fórmula 2 2024, rodada da Espanha, Barcelona, corrida 2 (atualização):

1J CRAWFORDDAMS37 voltas 
2F COLAPINTOMP+1.400 
3J M CORREADAMS+5.820 
4P ARONHitech+11.486 
5I HADJARCampos+14.720 
6K MAINIInvicta+19.333 
7Z MALONEYRodin+22.692 
8A CORDEELHitech+24.442 
9J M MARTÍCampos+24.919 
10G BORTOLETOInvicta+25.400+5s 
11E FITTIPALDIVan Amersfoort+29.155+5s
12A K ANTONELLIPrema+35.513 
13R MIYATARodin+35.955 
14O BEARMANPrema+37.470 
15Z O’SULLIVANART+45.073 +5s
16R VILLAGÓMEZVan Amersfoort+47.273 
17R STANEKTrident+1:03.092 
18R VERSCHOORTrident+2 voltas 
19J DÜRKSENAIXNC 
20T BARNARDAIXNC 
21V MARTINSARTNC 
22D HAUGERMPNC 
Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 2 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.