Organização de GP2 e GP3 inclui etapa no Bahrein em substituição ao cancelado evento da Alemanha em 2015

O diretor-executivo da GP2 e da GP3, Bruno Michel, confirmou que as categorias vão ao Bahrein para uma etapa - que será a penúltima da temporada 2015 - que compensa o final de semana da Alemanha, cancelado há alguns meses

A procura das categorias-escola da F1 para encontrar um local que substituísse a cancelada etapa da Alemanha foi terminada nesta quinta-feira (30). Sakhir, no Bahrein, será o circuito que vai receber a GP2 pela segunda vez na temporada – que também começou por lá – e a GP3, que iniciou na Espanha, pela primeira.
 
Os eventos vão acontecer no mesmo final de semana das 6 Horas do Bahrein, corrida válida pelo Mundial de Endurance, nos dias 20 e 21 de novembro. Um ponto importante para a escolha de voltar ao país do Oriente Médio é o baixo custo para as equipes, porque apenas adianta a ida à região. As temporadas de ambas terminam junto à da F1, em Abu Dhabi. 
GP2 vai a Sakhir (Foto: GP2)
"Estou satisfeito em confirmar que adicionamos Sakhir ao nosso calendário de 2015 da GP2 e da GP3 em novembro. Desde o anúncio do cancelamento do evento alemão temos trabalhado duro para tentar adicionar uma rodada para as duas categorias", disse o diretor-executivo das categorias, Bruno Michel.
 
"É importante que possamos manter os custos baixos para os times, mas também encontrar um local que faça os pilotos ganharem alguma coisa. o Circuito Internacional do Bahrein era a melhor opção: não é apenas uma pista da F1, mas faz perfeito sentido ter duas provas seguidas para encerrar a temporada sendo que a última é em Abu Dhabi", explicou.
 
Com as corridas no Bahrein, a GP2 passa a ter 11 eventos e 22 corridas em 2015, enquanto a GP3 retorna aos nove eventos e 18 corridas. No momento, Stoffel Vandoorne e Luca Ghiotto as lideram.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube