Red Bull divulga lista e confirma exclusão de Sette Câmara do programa de desenvolvimento de jovens pilotos

Uma atualização na listagem de pilotos do programa de desenvolvimento da Red Bull foi suficiente para selar o destino de Sérgio Sette Câmara dentro da equipe austríaca: o brasileiro foi dispensado depois de apenas um ano, consequência de um 2016 fraco

 
Uma simples lista da Red Bull confirmou uma péssima notícia para Sérgio Sette Câmara. Em anúncio feito nesta quarta-feira (18), a marca dos energéticos atualizou o grupo de pilotos membros do programa de desenvolvimento – e o brasileiro já não era citado por lá.
 
A exclusão vem apenas um ano após a chegada de Sette Câmara ao programa de pilotos da Red Bull. A notícia de sua inclusão veio no final de 2015 e parecia indicar um futuro sólido nas categorias de base do automobilismo europeu. Junto do acordo, Sérgio também conseguiu testar um carro de F1 – a Toro Rosso, em Silverstone. Mas, no geral, 2016 simplesmente não foi um ano empolgante.

Assim, a Red Bull parte para 2017 com cinco pilotos em seu programa: Pierre Gasly, Niko Kari, Richard Verschoor, Neil Verhagen e Dan Ticktum.

Sérgio Sette Câmara (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

A dispensa é um duro golpe na carreira de Sette Câmara, mas era algo que já podia ser previsto. O brasileiro ficou devendo em 2016: em sua segunda temporada na F3 Europeia, só foi ao pódio em duas das 33 corridas do calendário. Depois de um segundo semestre particularmente ruim, o mineiro fechou o ano apenas em 11º na classificação geral. Niko Kari, companheiro de equipe e também membro do programa da Red Bull, não foi tão melhor – 10º no geral –, mas se provou mais constante do que Sérgio.
 
Mesmo assim, Sette Câmara tem motivos para acreditar em um bom 2017. O brasileiro já confirmou a ida para a GP2, junto da equipe MP Motorsport.
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n<e.length;n++)if(child=e[n],e[n].id.substr(0,t.length)==t)return e[n];for(var c=0,n=1;nc&&(c=e[n].offsetWidth);return c>80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;
document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube