F2

Schumacher dá “passo lógico”, renova com Prema e faz primeira temporada de F2 em 2019

Mick Schumacher vai seguir com a Prema em 2019. Agora, porém, o alemão filho do heptacampeão mundial vai fazer sua estreia na F2, em um passo que, segundo o próprio jovem piloto, é o lógico do ponto de vista esportivo
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Mick Schumacher segue na Prema e vai disputar a F2 em 2019 (Foto: FIA F2/Divulgação)
Mick Schumacher deu mais um passo para ficar próximo da F1. Campeão da F3 Europeia em 2018, o jovem piloto alemão fez a escolha óbvia e renovou seu vínculo com a Prema para sua primeira temporada de F2 em 2019. O filho do heptacampeão mundial destacou que era o caminho lógico a se fazer e que tecnicamente tende a ser o mais correto.
 
Aos 19 anos, Mick já tem uma boa história com a Prema que vem desde os campeonatos de F4 em 2016. Foi com a equipe italiana que veio o impressionante título da F3 após estar muitos pontos atrás de Dan Ticktum. O alemão já começa com os testes de pós-temporada da F2 em Abu Dhabi.
 
"Estou muito ansioso pela minha primeira temporada com a Prema na F2, um passo lógico da parte esportiva na minha opinião porque quero melhorar minha parte técnica, experiência e habilidade. Estava bem claro que eu deveria seguir com a Prema e agora na F2. Não posso agradecê-los o suficiente pelo que estamos fazendo, estou bem ansioso para testar", disse Mick.
Mick Schumacher foi campeão da F3 Europeia com a Prema (Foto: Reprodução/Twitter)
A Prema é uma das grandes equipes do automobilismo de base europeu. Em 2018, o time teve o quarto colocado na temporada da F2, o holandês Nyck de Vries, antes disso, teve os campeões de 2016 e 2017, respectivamente, Pierre Gasly e Charles Leclerc.
 
"Estamos orgulhosos de ter o Mick conosco na F2 em 2019. É extremamente talentoso e dedicado, é um prazer trabalhar com ele. Não é um campeonato fácil e os calouros demoram um pouco na adaptação, mas acho que ele tem a maturidade e habilidades necessárias", falou o chefe da Prema René Rosin.
 
Além de Mick, apenas outros dois cockpits já estão fechados para 2019. Nobuharu Matsushita volta ao grid e fica com a vaga de Lando Norris na Carlin, enquanto o campeão George Russell deixa o assento para Nikita Mazepin, vice-campeão da GP3 2018.