Shwartzman e Vips evoluem, incomodam líderes e se colocam na briga pelo título da F2

A Fórmula 2 já realizou três das oito etapas da temporada 2021. Ainda sem um grande favorito, a categoria viu Robert Shwartzman e Jüri Vips se destacarem no Azerbaijão e ganharem espaço na briga pelo título

Verstappen arrisca na estratégia e bate Hamilton: os melhores momentos do GP da França (GRANDE PRÊMIO com Reuters)

A Fórmula 2 começou a temporada 2021 sem um grande favorito. Guanyu Zhou lidera e é acompanhado de perto por Oscar Piastri, mas a categoria viu a dupla Robert Shwartzman e Jüri Vips entrar na briga depois do GP do Azerbaijão.

Com cinco etapas, ou 15 corridas pela frente, a F2 entra na fase decisiva do campeonato. Em Baku, somente a dupla Shwartzman e Vips repetiu pódios. O russo venceu e chegou em terceiro — além de um outro top-5. O estoniano venceu duas vezes no fim de semana. Com os resultados, pularam para terceiro e quarto lugares no campeonato, respectivamente.

Ainda é cedo para colocar qualquer piloto como favorito nessa temporada da F2, ainda mais com as mudanças no regulamento, mas é nítida a evolução dos pilotos, especialmente de Vips. Cria da academia de pilotos da Red Bull, o estoniano passou pela Super Fórmula antes de ganhar uma chance no grid da categoria de acesso da Fórmula 1.

Agora, parece aproveitar bem a chance. Apesar do início ruim de temporada no Bahrein, cresceu em Mônaco, quando conquistou o primeiro pódio na F2 e pontuou nas três corridas do fim de semana. O ótimo resultado em Baku apenas coroa a reviravolta na carreira do promessor piloto que ainda espera uma chance na F1, mas que foi jogado para o fim da fila da Red Bull no ano passado, vendo Yuki Tsunoda ganhar mais espaço na disputa.

ROBERT SHWARTZMAN; FÓRMULA 2; BAKU; AZERBAIJÃO;
Robert Shwartzman foi um dos grandes nomes da F2 em Baku (Foto: Prema Powerteam)


Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!
Drugovich patina, e vitórias viram necessárias para manter sonho da Fórmula 1 vivo

Shwartzman também é piloto de academia, mas da Ferrari. Correndo pela sempre forte Prema, o russo entrou em 2021 como favorito, mas viu o posto derreter ao longo das primeiras etapas, especialmente com abandonos no Bahrein e em Mônaco. Quando terminou, porém, pontuou, muitas vezes no top-5. A sensação de que estava devendo, no entanto, passa pelo ótimo desempenho do companheiro Oscar Piastri, estreante na F2 e que ocupa a vice-liderança na tabela.

A dupla bem que pegou o elevador e subiu em Baku. Em um campeonato tão equilibrado e com tantas oscilações a cada corrida, é quase impossível cravar o favorito ao título. Mesmo assim, com a nítida evolução, Vips e Shwartzman se colocam na disputa contra Zhou e Piastri.

Precisam, é verdade, encaixar boas corridas no resto da temporada. Das cinco etapas que faltam, três são em circuitos de rua ou temporários (Sóchi, Jedá e Yas Marina). Os outros dois são tradicionais e que geralmente proporcionam corridas bagunçadas na F2 (Silverstone e Monza). Nessas pistas que o par que brilhou no Azerbaijão vai precisar mostrar que o ótimo nível exibido não foi mero acidente.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar