Pourchaire vence corrida 1 da rodada tripla da Fórmula 2 em Monza. Brasileiros abandonam

Théo Pourchaire, grande revelação da Fórmula 2 em 2021, venceu pela segunda vez na temporada e formou o pódio com Guanyu Zhou e Christian Lundgaard. Enzo Fittipaldi, Felipe Drugovich e Guilherme Samaia abandonaram

PETECOF VOLTA ÀS PISTAS E ENZO FITTIPALDI ESTREIA NA FÓRMULA 2 | Giro BR #25

A abertura da rodada tripla da Fórmula 2 em Monza aconteceu na manhã deste sábado (11), com largada às 3h50 (horário de Brasília, 8h50 pelo horário local), e coroou Théo Pourchaire como vencedor da corrida 1. Grande revelação da temporada, o francês, que em agosto completou 18 anos, triunfou pela segunda vez no campeonato depois de trilhar uma jornada de grandes ultrapassagens.

Pourchaire largou em quarto lugar e, daí em diante, começou a escalar o pelotão. Aproveitou o abandono de Dan Ticktum — depois de incidente com David Beckmann na primeira volta —, e depois deixou para trás o alemão, que neste fim de semana corre pela Campos. Na volta 14, o francês superou Jüri Vips e partiu para outra grande vitória na temporada.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

THÉO POURCHAIRE; JÜRI VIPS; FÓRMULA 2; MONZA;
Pourchaire arrancou para vitória após superar Vips (Foto: Fórmula 2/Twitter)

Piloto da ART Grand Prix, Pourchaire venceu com 4s360 de vantagem para o segundo colocado, Guanyu Zhou, que largou em oitavo lugar. Outro piloto que brilhou nesta manhã foi Christian Lundgaard. O dinamarquês, companheiro de equipe de Pourchaire, largou em 19º e terminou a disputa em Monza no pódio, em terceiro lugar. O top-3 foi confirmado depois que Robert Shwartzman sofreu uma punição de 5s por ter obtido vantagem duradoura ao escapar da pista.

Líder do campeonato e pole-position da corrida principal, Oscar Piastri garantiu a quarta colocação em Monza. O piloto da Prema, companheiro de equipe de Shwartzman, foi seguido por Liam Lawson. Shwartzman, com a punição, caiu para sexto e terminou à frente de Bent Viscaal, da Trident, enquanto Jüri Vips, da Hitech, fechou a relação dos pilotos que pontuaram nesta manhã ao terminar em oitavo lugar.

A jornada dos brasileiros não foi das mais felizes na abertura da etapa italiana da Fórmula 2. Enzo Fittipaldi, que fez uma boa classificação na sexta-feira, se envolveu em um incidente com Marino Sato na curva 1 da primeira volta e teve de abandonar. O novato foi punido em 5s pelos comissários de prova por ter causado a colisão. Guilherme Samaia, seu companheiro de equipe na Charouz, também abandonou, na volta 8.

A corrida de Felipe Drugovich não durou mais do que três voltas. O companheiro de equipe de Zhou na UNI-Virtuosi escapou ao rodar na Variante Ascari e causou uma das intervenções do safety-car. A outra, por incidente semelhante, foi provocada pela rodada de Roy Nissany, da Dams.

FELIPE DRUGOVICH; MONZA; FÓRMULA 2; CORRIDA 1;
Felipe Drugovich ficou na barreira de proteção da Variante Ascari em Monza (Foto: Fórmula 2/Twitter)

A classificação do campeonato, depois de 15 corridas disputadas em 2021, mantém Piastri como líder, agora com 120 pontos, contra 115 de Zhou. Shwartzman é o terceiro e soma 95 tentos, contra 89 de Dan Ticktum e 86 de Jüri Vips. Pourchaire é o sexto, agora com 82 tentos. Liam Lawson tem 64 e Felipe Drugovich manteve o oitavo lugar, com 59 pontos.

A segunda corrida da Fórmula 2 tem largada prevista para 9h45 (horário de Brasília) e terá transmissão ao vivo pelo canal por assinatura BandSports e pelo serviço de streaming F1 TV Pro.

O QUE ESPERAR DE ENZO FITITPALDI NAS ETAPAS FINAIS DA FÓRMULA 2? | GP às 10

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar