Tsunoda vence duelo asiático com Zhou e é pole da F2 na Estíria. Drugovich sai em 10º

Protegido da Honda e da Red Bull, Yuki Tsunoda garantiu a primeira pole-position da sua ainda curta carreira na Fórmula 2. O japonês de 20 anos deixou Guanyu Zhou para trás por 0s038 e vai abrir a primeira fila neste sábado no Red Bull Ring. Vencedor da corrida 2 na Áustria no domingo passado, Felipe Drugovich vai partir em décimo

Yuki Tsunoda garantiu, na tarde desta sexta-feira (10), a pole-position da corrida 1 da etapa da Estíria da Fórmula 2. O novato japonês, que corre pela Carlin e tem amplo apoio da Honda e da Red Bull, superou em apenas 0s038 o chinês Guanyu Zhou, protegido da Renault e piloto da UNI-Virtuosi. Tsunoda cravou 1min14s803 na sua melhor passagem e vai largar na frente na sua terceira corrida na classe de acesso à Fórmula 1.

Callum Ilott, companheiro de equipe de Zhou, vai abrir a segunda fila, tendo ao seu lado o veterano Luca Ghiotto, que corre pela novata escuderia Hitech. Jack Aitken, piloto britânico de ascendência coreana, obteve o quinto melhor tempo depois de ter feito o primeiro treino livre do GP da Estíria de F1 pela Williams. O competidor da Campos vai dividir a terceira fila com Robert Shwartzman, campeão da F3 na temporada passada e piloto da Prema.

Yuki Tsunoda
Yuki Tsunoda garantiu a pole-position da etapa da Estíria nesta sexta-feira (Foto: Fórmula 2)

Jehan Daruvala, outro oriundo da F3 nesta temporada, vai partir em sétimo. O indiano, companheiro de equipe de Tsunoda e também protegido da Red Bull, vai largar lado a lado com o dinamarquês Christian Lundgaard, da ART Grand Prix e piloto membro do programa de desenvolvimento da Renault. Mick Schumacher, na sua última tentativa, colocou o carro #20 da Prema em nono no grid, enquanto Felipe Drugovich, que venceu na sua jornada de estreia na Fórmula 2 na semana passada, no último domingo, colocou o carro da MP Motorsport em décimo.

Piloto da Charouz, Pedro Piquet vai partir em 18º, enquanto Guilherme Samaia, da Campos, fecha o grid de largada. A corrida está marcada para 11h45 (horário de Brasília) deste sábado.

Saiba como foi a classificação da Fórmula 2 na Estíria

Antes do início da definição do grid de largada da corrida 1, a direção de prova puniu os dois pilotos da Charouz, Louis Delétraz e Pedro Piquet, com uma posição por conta de uma infração no uso dos pneus um tanto incomum. Os dois carros foram levados do paddock para o pit-lane da Fórmula 1 calçados com pneus para pista molhada antes do treino livre desta manhã, o que caracteriza infração.

A primeira marca verdadeiramente competitiva foi registrada pelo japonês Yuki Tsunoda, que cravou 1min15s132, sendo seguido pelo companheiro de equipe Carlin, Jehan Daruvala, os dois protegidos da Red Bull. Mas o tempo de Tsunoda foi batido por outro asiático, o chinês Guanyu Zhou, piloto da UNI-Virtuosi e membro do programa de jovens da Renault.

O piloto marcou 1min14s933 e tomou a ponta. Após as primeiras voltas, o top-3 era completado por Jack Aitken, que acelerou no primeiro treino livre do GP da Estíria de Fórmula 1 com o carro da Williams no lugar de George Russell. Callum Ilott vinha em quarto, seguido por Marcus Armstrong.

Tsunoda respondeu na volta seguinte com 1min14s903 para retomar a ponta, com Ilott em segundo e Zhou logo atrás, com o veterano Luca Ghiotto em quarto e Daruvala fechando o top-5. Felipe Drugovich, que estreou com vitória no último fim de semana, aparecia em décimo.

A Prema foi a última equipe a mandar seus pilotos para a pista na primeira metade da classificação. Mick Schumacher não passou da 19ª colocação, enquanto Robert Shwartzman colocou seu carro na quinta posição provisória. Dentre os brasileiros, Drugovich aparecia como o melhor colocado e era o 11º. Pedro Piquet vinha em 17º, enquanto Guilherme Samaia era o 22º.

Com cerca de 10 minutos para o fim, os pilotos voltaram para a pista com pneus supermacios para a última tentativa de volta rápida na sessão. A maioria, no entanto, teve muitas dificuldades para melhorar seus respectivos tempos. Tsunoda foi um deles, e ainda teve a marca de 1min14s987 sendo deletada por ter excedido os limites da pista na curva 9.

Os melhores tempos começaram a aparecer no minuto final. Drugovich, por exemplo, pulou para nono, à frente de Marino Sato, mas foi superado por Schumacher. E Zhou bem que tentou, virou 1min14s841, mas ficou 0s038 atrás da marca de Tsunoda, que confirmou a pole-position da corrida 1 da Estíria na Fórmula 1.

Fórmula 2 2020, GP da Estíria, Red Bull Ring, Treino de Classificação:

1Y TSUNODACarlin1:14.803  
2G ZHOUUNI-Virtuosi1:14.841+0.038 
3C ILOTTUNI-Virtuosi1:14.888+0.085 
4L GHIOTTOHitech1:14.974+0.171 
5J AITKENCampos1:14.976+0.173 
6R SHWARTZMANPrema1:14.978+0.175 
7J DARUVALACarlin1:15.063+0.260 
8C LUNDGAARDART1:15.099+0.296 
9M SCHUMACHERPrema1:15.141+0.338 
10F DRUGOVICHMP 1:15.189+0.386 
11M SATOTrident1:15.230+0.427 
12M ARMSTRONGART1:15.265+0.462 
13R NISSANYTirdent1:15.274+0.471 
14N MATSUSHITAMP1:15.304+0.501 
15D TICKTUMDAMS1:15.305+0.502 
16S GELAELDAMS1:15.332+0.529 
17N MAZEPINHitech1:15.528+0.725 
18P PIQUETCharouz1:15.399+0.596+1
19L DELÉTRAZCharouz1:15.490+0.687+1
20A MARKELOVHWA1:15.681+0.878 
21G ALESIHWA1:15.721+0.918 
22G SAMAIACampos1:16.287+1.484 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube