Zhou garante 1° pole do ano na Fórmula 2. Em estreia, Drugovich sai em 2° na Áustria

Pupilo da Renault e piloto da UNI-Virtuosi larga na frente da etapa de abertura. Felipe Drugovich, que estreia na categoria, fechando a primeira fila. Pedro Piquet vai largar em 15º

A primeira pole-position da temporada 2020 da Fórmula 2 é de Guanyu Zhou. O chinês de 21 anos, que é membro do programa de jovens pilotos da Renault, dominou a sessão classificatória para a corrida 1 da etapa da Áustria e marcou 1min14s416 na tarde desta sexta-feira (3) no Red Bull Ring.

Mas o grande destaque do dia na categoria foi Felipe Drugovich. O brasileiro de 20 anos, que estreia na Fórmula 2 nesta temporada pela equipe holandesa MP Motorsport, já havia andado bem no treino livre da manhã, com o sexto tempo. Na classificação, foi ainda melhor e cravou 1min14s880, faturando um lugar na primeira fila do grid ao desbancar Callum Ilott, companheiro de equipe de Zhou, por apenas 0s004.

Christian Lundgaard, que também estreia na Fórmula 2 nesta temporada, vai largar em quarto com o carro da ART Grand Prix, enquanto Mick Schumacher, piloto da Prema, fecha o top-5.

Jehan Daruvala, indiano que faz parte do programa da Red Bull, vai dividir com Schumacher a terceira fila do grid com a Carlin, enquanto Luca Ghiotto, da Hitech, vai largar lado a lado com outro debutante, o russo Robert Shwartzman, campeão da F3 no ano passado e companheiro de equipe de Schumacher na Prema. Dan Ticktum, da DAMS, e Louis Delétraz, da Charouz, fecham a relação dos dez primeiros do grid.

Entre os demais brasileiros, todos debutantes na categoria de acesso à Fórmula 1, Pedro Piquet, que corre pela Charouz, vai largar em 15º, quatro posições à frente de Guilherme Samaia, da Campos.

A largada da primeira corrida da temporada da Fórmula 2 está marcada para 11h45 (horário de Brasília) deste sábado.

Guanyou Zhou celebra pole-position na Áustria (Foto: Joe Portlock/Getty Images)

Saiba como foi o treino classificatório da F2 na Áustria

A sessão classificatória da prova de abertura da temporada da Fórmula 2 foi também a primeira dos carros da categoria calçados com pneus de 18” projetados pela Pirelli. A luta pela pole-position mostrava ser bastante aberta depois que Yuki Tsunoda, japonês da Carlin, foi somente 0s054 mais rápido que o veterano Luca Ghiotto, da Hitech, no único treino livre do dia.

Nas primeiras voltas, o mais rápido foi o neozelandês Marcus Armstrong, piloto da Academia da Ferrari e da da ART Grand Prix, seguido por Tsunoda e Guanyu Zhou, chinês que é pupilo da Renault. Mas tudo ficou bastante mexido na tabela de tempos nos minutos seguintes de uma sessão bastante movimentada.

Piloto da Red Bull, Jehan Daruvala pulou na ponta pouco depois com 1min15s028, desbancando o próprio Tsunoda, que havia superado Armstrong. Até que Zhou tomou a pole provisória ao ser o primeiro piloto a andar abaixo de 1min15s. Com 1min14s780, o chinês da UNI-Virtuosi tinha 0s248 de vantagem para Daruvala, que tinha a segunda posição, seguido por Louis Delétraz, Tsunoda e Dan Ticktum.

Após as primeiras voltas rápidas, o brasileiro melhor colocado era Pedro Piquet, em 11º. Felipe Drugovich aparecia em 20º, uma posição à frente de Samaia. Giuliano Alesi era o último depois de ter cometido um erro na sua volta rápida e ter perdido muito tempo.

Os pilotos voltaram à pista quando restavam cerca de 11 minutos para o fim da sessão. O primeiro a melhorar consideravelmente seu tempo foi Drugovich, que pulou para a terceira colocação com 1min15s028, com direito a terceiro setor roxo. Até que a sessão foi interrompida com bandeira vermelha por conta da rodada de Marino Sato no miolo do circuito. O cronômetro foi travado em 5min25s para o fim.

Depois que a classificação foi retomada, os pilotos tiveram, na prática, uma volta para aquecer os pneus e outras duas para tentar melhorar os respectivos tempos no Red Bull Ring. Foi quando o dinamarquês Christian Lundgaard pulou para a segunda posição, 0s142 atrás de Zhou, deixando Drugovich em quarto.

Felipe Drugovich
Felipe Drugovich vai largar na segunda posição na sua estreia na Fórmula 2 (Foto: F2/Twitter)

Lundgaard chegou a melhorar sua marca, anotou 1min14s922, mas Zhou respondeu em seguida com 1min14s416, abriu mais de 0s5 e assegurou a primeira pole-position do ano na Fórmula 2. Drugovich, por sua vez, mostrou novamente ótima performance e encaixou outra bela volta, subindo para a segunda posição com 1min14s880, garantindo a primeira fila do grid logo no seu debute.

Ilott, também no fim, marcou o terceiro tempo, seguido por Lundgaard e Mick Schumacher, que fecha o top-5 do grid da primeira corrida do ano na Fórmula 2.

Fórmula 2 2020, GP da Áustria, Red Bull Ring, treino de classificação:

1G ZHOUUNI-Virtuosi1:14.416 
2F DRUGOVICHMP 1:14.880+0.464
3C ILOTTUNI-Virtuosi1:14.884+0.468
4C LUNDGAARDART1:14.922+0.506
5M SCHUMACHERPrema1:14.952+0.536
6J DARUVALACarlin1:15.028+0.612
7L GHIOTTOHitech1:15.044+0.628
8R SHWARTZMANPrema1:15.051+0.635
9D TICKTUMDAMS1:15.128+0.712
10L DELÉTRAZCharouz1:15.151+0.735
11N MAZEPINHitech1:15.152+0.736
12Y TSUNODACarlin1:15.157+0.741
13M ARMSTRONGART1:15.208+0.792
14J AITKENCampos1:15.264+0.848
15P PIQUETCharouz1:15.376+0.960
16R NISSANYTirdent1:15.457+1.041
17S GELAELDAMS1:15.604+1.188
18G ALESIHWA1:15.688+1.272
19G SAMAIACampos1:15.703+1.287
20A MARKELOVHWA1:15.746+1.330
21N MATSUSHITAMP1:15.897+1.481
22M SATOTrident1:16.011+1.595

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube