Japonesa: após erros, Suzuki se diz frustrado com dois sextos lugares em Motegi

Rafael Suzuki não ficou satisfeito com a sexta colocação obtida nas duas corridas da etapa de Motegi na F3 Japonesa. O brasileiro chegou a brigar pelo pódio na primeira bateria, mas acabou cometendo um erro faltando apenas duas voltas

A segunda rodada de Motegi da temporada 2012 da F3 Japonesa não aconteceu da forma com que Rafael Suzuki esperava. Depois de ter um bom desempenho nos treinos livres, a expectativa do brasileiro era igualar os pódios obtidos em Fuji. Mas a realidade foi bem diferente, já que obteve apenas dois sextos lugares no final de semana.

A primeira corrida foi a mais frustrante. Suzuki largou na quarta colocação, mas brigava para assumir o terceiro lugar. Faltando apenas duas voltas para o final, o brasileiro cometeu um erro e acabou perdendo duas colocações. No domingo, o desempenho foi semelhante. Rafael largou em quinto, mas finalizou em sexto depois de perder um posto na largada.

Rafael Suzuki conquistou dois sextos lugares em Motegi (Foto: Junya Sasaki)

Após as provas, o brasileiro não se mostrou satisfeito com o final de semana. Mesmo reconhecendo que estava com um carro rápido, o piloto afirmou que não poder continuar cometendo pequenos erros se quiser voltar a brigar por pódios e vitórias.

“Considerando nosso ritmo de corrida, não foi um bom fim de semana. Perdemos posições preciosas no grid por alguns décimos e pagamos o preço na corrida, pois ultrapassar em Motegi é quase impossível. O carro esteve bem rápido, mas fiquei sempre travado no ritmo do carro da frente”, declarou.

De todo o grid, Suzuki é o único dos seis pilotos da divisão principal a competir com o carro antigo da Dallara. Ainda assim, mesmo com um equipamento defasado, o brasileiro já mostrou que pode brigar por pódios.

No entanto, neste final de semana, o brasileiro retornou ao sexto posto, ficando atrás dos cinco F312. “Nós conseguimos diminuir ainda mais a diferença em relação aos novos carros, mas não convertemos em resultado como em Fuji”, disse. “Agora é tirar o que foi positivo e trabalhar para melhorarmos o que falta”, completou.

Suzuki, por fim, reconheceu que precisa evoluir em alguns detalhes para disputar contra os adversários com equipamento mais novo. “Se melhorarmos com pneus novos, tenho certeza que vamos brigar por vitória”, encerrou.

As duas corridas do final de semana da F3 Japonesa foram vencidas por Ryo Hirakawa, que lidera a temporada, com 85 pontos, e está muito próximo de ser campeão. Suzuki soma 14 e é o sexto. A próxima etapa acontece nos dias 25 e 26 de agosto, em Okayama.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube