No entardecer em Hockenheim, Ilott tem vitória tranquila na corrida 2 da F3 Europeia. Piquet fecha em sétimo

Desta vez, Callum Ilott não teve a menor dificuldade para fazer valer sua posição de largada. O britânico abriu larga vantagem desde o começo da prova e faturou uma vitória tranquila na penúltima corrida da temporada 2017 da F3 Europeia. Maximilian Günther foi o segundo, enquanto Guan Yu Zhou completou o pódio. Pedro Piquet foi o sétimo, enquanto o campeão Lando Norris foi o 11º, cinco posições à frente de Felipe Drugovich

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Callum Ilott terminou o sábado (14) de F3 Europeia no topo do pódio em Hockenheim. Se na primeira corrida do dia o britânico da Prema não conseguiu fazer valer sua condição de pole-position, desta vez ninguém pode detê-lo. O piloto conquistou uma vitória acachapante depois de resistir à pressão de Maximilian Günther no início da prova. Mas depois, Ilott fez valer o melhor ritmo do seu carro e não teve adversários. Membro da Academia de Pilotos da Ferrari, o chinês Guan Yu Zhou completou o pódio ao terminar em terceiro, confirmando a trinca da equipe italiana Prema.

 
Piloto da Motopark, Joel Eriksson, vencedor da primeira corrida do sábado, travou grande batalha com Jake Hughes em alguns momentos da prova e levou a melhor, terminando em quarto, seguido pelo britânico da Hitech GP. Nikita Mazeping acabou superando Pedro Piquet no fim da corrida. O brasileiro da Van Amersfoort fechou em sétimo, à frente de Jehan Daruvala. Lando Norris, que sagrou-se campeão horas antes em Hockenheim, terminou em 11º, cinco posições à frente do brasileiro Felipe Drugovich, que faz sua estreia na F3 Europeia neste fim de semana.
 
A categoria encerra a temporada com a corrida derradeira deste domingo, marcada para 6h55 (horário de Brasília).
Calum Ilott deixou os rivais para trás e fechou o sábado no topo do pódio (Foto: FIA F3 Euro)
Saiba como foi a corrida 2 da F3 Europeia em Hockenheim
 
Assim como na primeira corrida do sábado, Callum Ilott largou na pole em Hockenheim. Lando Norris, já consagrado como o novo campeão da F3 Europeia, partiu da nona posição, enquanto Pedro Piquet tinha uma boa colocação: quinto lugar no fim de uma ensolarada tarde na Alemanha.
 
Mas a direção de prova teve de realizar novo procedimento de largada depois que Joey Mawson enfrentou problemas segundos antes do apagar das luzes vermelhas. O piloto da Van Amersfoort, companheiro de equipe de Piquet e Felipe Drugovich neste fim de semana, tentou largar do pit-lane.
Destaque para a batalha entre Jake Hughes e Joel Eriksson (Foto: Reprodução)
Quando a largada aconteceu pra valer, Ilott conseguiu manter a dianteira, embora bastante pressionado por Maximilian Günther com seu carro rosa — também patrocinado pela empresa de tratamento hídrico BWT, principal patrocinadora da Force India. Na primeira volta, Norris deu uma escapada no grampo depois da reta oposta, mas voltou normalmente à pista. Piquet caiu para sexto lugar
 
O chinês Guan Yu Zhou, companheiro de Günther na equipe italiana Prema, vinha em terceiro. Drugovich aparecia em 15º, uma posição à frente de Mick Schumacher. Pouco mais adiante, Norris buscava recuperar terreno após uma largada ruim e figurava na 12ª colocação.
 
Um dos bons destaques da corrida foi a grande batalha roda a roda entre Joel Eriksson e Jake Hughes pela quarta posição. Piquet acompanhava tudo muito de perto, ali em sexto. A disputa se repetiu nas voltas seguintes, mas com o sueco, vencedor da primeira corrida, levando a melhor na volta 11, deixando Hughes na alça de mira de Pedro Piquet.
Maximilian Günther terminou a prova no fim desta tarde em segundo (Foto: FIA F3 Euro)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Ao longo da prova, Ilott conseguiu abrir boa vantagem perante o restante do pelotão, alcançando 7s498 de frente para Günther, que pouco pode fazer em termos de luta pela vitória. O pódio parecia consolidado com Zhou em terceiro, ainda que Eriksson tivesse ensaiado uma pressão nas voltas finais grande ameaça. Norris, com o título já garantido, lutava pelo 11º lugar contra David Beckmann.
 
No fim, Ilott conseguiu confirmar a vitória, que veio com grande tranquilidade e mais de 11s de frente para Günther. Zhou resistiu aos ataques de Eriksson para garantir seu lugar no pódio, com Hughes fechando o top-5. No fim da prova, Piquet acabou sedo superado pelo russo Nikita Mazepin e cruzou a linha de chegada em sétimo, à frente de Jehan Daruvala, Tadasuke Makino e Ralf Aron. Norris fechou mesmo em 11º, enquanto Felipe Drugovich foi o 16º, duas posições à frente de Mick Schumacher.
’EXTRAORDINÁRIO’

DI GRASSI VÊ HAMILTON COMO UM DOS TRÊS MAIORES DA HISTÓRIA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube