Petecof volta da quarentena e lidera testes da F3 Regional Europeia em Mugello

A F3 Regional Europeia voltou à pista nesta quarta-feira, três meses depois do primeiro teste feito para a temporada 2020, em Paul Ricard, na França. Em Mugello, na Itália, Gianluca Petecof foi o mais rápido de manhã e à tarde. O brasileiro de 17 anos, piloto da Academia Shell Racing e da Academia da Ferrari, ressaltou o grande trabalho no seco e no molhado

Aos poucos, várias categorias do esporte a motor vão retomando os preparativos para finalmente abrir a temporada 2020. Assim como o DTM, que promoveu três dias de testes coletivos nesta semana no circuito de Nürburgring, a F3 Regional Europeia retomou os trabalhos de pré-temporada com um intervalo de três meses em relação à primeira sessão, realizada em Paul Ricard. Após todo o hiato provocado pela pandemia do novo coronavírus, a categoria voltou a se reunir nesta quarta-feira (10) para uma bateria de testes em Mugello, na Itália. E Gianluca Petecof, piloto da equipe Prema Powerteam, encerrou a quarentena em ótima forma, dominou os trabalhos e foi o mais rápido nas sessões da manhã e da tarde na Toscana.

Depois dos dois primeiros anos de atuação nos monopostos correndo nas F4 Alemã e Italiana, com direito ao vice-campeonato desta última no ano passado, Petecof subiu de categoria e vai estrear na F3 Regional Europeia. O paulista de 17 anos continua em mais um ano de parceria com a Academia Shell Racing, programa do qual faz parte desde sua criação, em 2015, e também da Academia de Pilotos da Ferrari.

Gianluca Petecof nos boxes de Mugello para testes com a Prema na F3 Regional Europeia (Foto: Ferrari Promo)
Gianluca Petecof nos boxes de Mugello para testes com a Prema na F3 Regional Europeia (Foto: Ferrari Promo)

Três meses depois do teste em Paul Ricard, Gianluca mostrou que não perdeu o ritmo e se mostrou rápido desde o começo. Na primeira sessão, o dono do carro #10 completou 36 voltas pela manhã. À tarde, foram mais 43. O piloto comandou os dois períodos em Mugello, onde venceu pela primeira vez uma corrida de monopostos, no fim de 2018.

Pela manhã, os trabalhos foram realizados com pista seca. Petecof cravou 1min42s599, tendo como seu companheiro de equipe mais próximo o dinamarquês Oliver Rasmussen. Após o almoço, Gianluca concluiu novamente os trabalhos na frente, superando, dentre outros competidores, o monegasco Arthur Leclerc, outro colega do brasileiro na Prema.

Ao avaliar os trabalhos ao longo do dia, Petecof não escondeu a satisfação. “Havia feito só um treino em Paul Ricard, em março, e voltamos hoje. Estava com saudade e felizmente tive um dia muito bom. Não poderia ter sido melhor voltar a acelerar depois de tanto tempo. Foi um dia muito produtivo, com boa quilometragem e aprendizado. Usamos pneus novos e também fizemos simulação de corrida. Com pneu zero foi muito, muito bom, realmente: todos os trechos da pista roxos, com praticamente 1s de vantagem”, descreveu.

“A simulação de corrida também foi excelente, sustentando mais ou menos a mesma margem no ritmo de corrida. No fim, choveu um pouco e encerramos, mas foi aquele dia perfeito, que todo piloto deseja. Hoje trabalhei com um engenheiro da F3 e fiquei bem contente, pois conta bastante ter a estrutura toda da Prema e da Academia de Pilotos da Ferrari acompanhando de perto. Amanhã eu não ando, mas venho para a pista acompanhar os testes dos companheiros”, complementou.

Segundo a organização do campeonato, a F3 Regional Europeia vai começar nos dias 11 e 12 de julho com a etapa de Budapeste, na Hungria. Nos dias 22 e 23 de agosto, a categoria volta a Paul Ricard para a segunda etapa da temporada, enquanto o Red Bull Ring, na Áustria, vai ser o palco da terceira rodada. A F3 Regional Europeia regressa à Itália para etapas nos dias 5 e 6 de outubro, em Mugello, e 17 e 18 do mesmo mês, em Monza. Entre 30 de outubro e 1º de novembro, Barcelona recebe a sexta etapa do ano. E a Itália vai ser palco da reta final do calendário todo condensado para o segundo semestre: 21 e 22 de novembro, em Ímola, e 5 e 6 de dezembro, em Vallelunga.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube