Verschoor segura Vips e vence GP de Macau. Fittipaldi é 16º

Jüri Vips tinha a pole-position e liderava o GP de Macau, mas foi pego de surpresa por Richard Verschoor em uma relargada. O holandês tomou a primeira posição, soube se defender e venceu com apenas 0s7 de vantagem

O tradicional GP de Macau deste domingo (17) pode ser resumido em um embate entre dois pilotos: Richard Verschoor e Jüri Vips. Vips começou liderando, mas acabou superado por Verschoor em uma relargada pós safety-car. Daí pra frente, com a dupla sempre próxima, valeu a eficiente pilotagem defensiva do holandês para cruzar a linha de chegada com apenas 0s7 de vantagem.
 
Vips, usando DRS e aproveitando o vácuo, conseguia se aproximar de Verschoor ao fim da reta principal. Mas sempre faltou algo para o estoniano, que acompanhou de camarote uma vitória improvável da MP Motorsports.
Richard Verschoor venceu em Macau, mas só após se defender de Jüri Vips (Foto: FIA F3)

Logan Sargeant, escapando de acidentes, foi mais um a assegurar pódio logo na primeira visita a Macau. O piloto da Carlin também estava em contato visual com os dois primeiros colocados, mas não teve ritmo suficiente para de fato sonhar com a vitória.

 
Christian Lundgaard e Alessio Lorandi fecharam o top-5 em Macau, respectivamente 2s2 e 5s atrás. Callum Ilott, Liam Lawson, Marcus Armstrong, David Beckmann e Frederik Vesti foram os pilotos do top-10. Dentre os que abandonaram, o destaque fica para Robert Shwartzman – o russo, campeão da F3, pintava como forte candidato ao triunfo.
 
Para os brasileiros, a corrida não foi particularmente marcante. Enzo Fittipaldi foi o melhor, mas em um discreto 16º lugar após largar em 14º. Felipe Drugovich teve dia ainda mais difícil, vendo a bandeira quadriculada em 24º.
 

 

Paddockast # 42
QUEM É VOCÊ NO GP DO BRASIL?

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube