“Ajuda e força de alguém com o coração”: a relação dos irmãos Baptista na Porsche Cup

Os irmãos Baptista mostraram um grande apoio e força durante a temporada 2019 da Porsche Cup. Vitor e Felipe, representantes da Academia Shell Racing, têm trocado dicas, apoio e muita ajuda dentro e fora das pistas

O apoio é sempre um fator importante na vida do piloto, especialmente se vem da família. E isso os irmãos Baptista, Vitor e Felipe entendem, afinal, dividem os boxes na Porsche Cup, fato visto com muita satisfação pela dupla.
 
O mais velho do clã fez sua estreia na categoria em 2018. Entrando como vencedor do Junior Program, acumulou experiência e terminou a temporada de estreia como campeão. Com isso, passou a pilotar na Carrera Cup 4.0 em 2019.
 
Já o mais jovem dos dois passou a pilotar carros neste ano. Também vindo pelo programa de apoio da Porsche, o #121 tem se destacado e atualmente sustenta a liderança da Carrera Cup 3.8 com uma vantagem de seis pontos.
 
Na classificação de sexta-feira (20) em Interlagos, quando Felipe foi para a pista, foi possível ver Vitor passando algumas dicas para o irmão. Ao ser questionado sobre a importância desse apoio, o jovem não poupou os elogios ao seu “exemplo”.
Os irmãos Baptista (Foto: Telmo Gil)

“É bem bom. Acho que ele está me ajudando desde o começo da temporada, isso ajuda não só na pista, mas como uma força, o irmão está ali junto, ajudando e presente. Então é uma força que não é só ajuda de fazer isso e aquilo na pista, mas é uma ajuda que tem alguém com o coração mesmo”, disse ao GRANDE PRÊMIO.
 

“É bem legal, e sempre que eu puder ajudar ele eu ajudo. Tanto que, nessa etapa, tiraram os ABS dos 4.0, então ele teve que se adaptar, então ele foi andar comigo no meu carro para eu mostrar como funciona o freio sem ABS que já faz quase um ano que ele está sem andar com esse freio”, seguiu.
 
“Então, ele meio que deu uma esquecidinha, mas mostrei para ele como funciona e tudo mais, então acho que posso ajudar ele também. Essa interação é bem legal”, completou.
 
Vitor seguiu o discurso do irmão, ressaltando a importância de ter alguém como apoio dentro e fora das pistas. “A gente vem se ajudando sempre, tenho muito mais experiência que ele, mas ele é um piloto jovem e muito rápido, estamos vendo pelas corridas dele”, falou ao GP.
 
“É uma troca muito divertida, e nesse final de semana, inclusive, ele me ajudou bastante por causa do freio que não é mais ABS nessa etapa. Então estamos nos ajudando bastante, essa relação de irmão não só na pista, mas também dentro de casa, sempre continuamos falando de corrida, vamos para o simulador juntos. Então é um cara que eu precisava ter do meu lado”, concluiu.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar