Allgaier exalta participação na Porsche: “Eu me sinto em casa”

Justin Allgaier já se sente muito mais a vontade disputando a Porsche Endurance Series. Em parceria com Miguel Paludo, explicou que está mais confiante com o carro e já vê a categoria como uma casa

Justin Allgaier já se tornou um rosto bastante conhecido no paddock da Porsche Endurance Series. Fazendo parceria com Miguel Paludo, o norte-americano já se sente muito confortável na categoria que considera uma casa.
 
Os companheiros do carro #7 já são conhecidos de longa data. Desde quando o brasileiro corrida na Nascar, os dois criaram uma amizade que também foi trazida para a pista, sendo a dupla reeditada em 2019.
 
Ao ser questionado pelo GRANDE PRÊMIO como se sentia voltando para a categoria, Justin mostrou empolgação. “Muito melhor neste ano. A maior diferença para mim é que este carro é muito diferente do último ano, então, neste ano, em Goiânia, trabalhamos muito para tentar entender melhor o carro”, disse.
 
“Sinto que tive alguns ganhos e me sinto mais confortável no carro. Então, vir para Interlagos, já estive aqui antes, já corri aqui, é bom, é mais divertido”, continuou.
Justin Allgaier (Foto: Cauê Moalli/Grande Prêmio)
O competidor seguiu exaltando a parceria que construiu com Miguel. “Miguel e eu, agora que já corremos tanto juntos, temos um bom entendimento juntos. Obviamente, com a conexão da marca, eu na América, ele aqui, é muito divertido porque a experiência para os clientes é muito diferente aqui no Brasil do que na América”, falou.
 
“Aqui, é possível estar mais próximo do carro, claro que a experiência do Porsche é muito bom para o cliente. Fazer isso mais de uma vez, voltar para cá todo ano, é muito divertido. Comecei realmente aqui no Brasil”, emendou ao GP.
 
Por fim, Allgaier explicou como pode aplicar sua experiência da Nascar nos carros da Porsche. “O estilo de pilotagem é completamente diferente, mas corrida e corrida. Conhecendo os outros adversários, como eles vão pilotas, é uma grande coisa. Para mim, voltar e aprender mais sobre os pilotos têm sido uma grande ajuda”, pontuou.
 
“Porque agora tenho o entendimento dos diferentes pilotos da categoria, tenho um relacionamento com eles. Então sou capaz de vir para cá e me sentir mais confiante, mais confortável, sabendo contra quem estou correndo”, seguiu.
 
“Mesmo que o estilo de pilotagem e o carro sejam diferentes, me sinto mais confortável aqui e me sinto em casa”, encerrou.
 
Paddockast #46
OS 10 MELHORES PILOTOS DA DÉCADA

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar